Vitória da Conquista lidera registros de dengue na Bahia

Por Redação
2 Min

Até esta sexta-feira (12), o município do sudoeste baiano registrava 19.879 casos prováveis de dengue. Vitória da Conquista se destaca também pelo número de óbitos causados pela doença, totalizando oito mortes, equivalendo a quase 22% do total de confirmações na Bahia. Salvador e Feira de Santana ocupam a segunda e terceira posições em relação aos casos prováveis, contabilizando 6.168 e 5.076 registros, respectivamente. Além disso, Feira de Santana apresenta três óbitos, totalizando aproximadamente 30% em conjunto com os registros de Vitória da Conquista.

Na Bahia, a taxa de letalidade da dengue é de 2,8%, inferior à média nacional. Foram confirmadas 37 mortes por dengue nos municípios de Vitória da Conquista (8), Jacaraci (4), Feira de Santana (3), Juazeiro (3), Piripá (3), Caetité (2), Santo Antônio de Jesus (2), Barra do Choça (1), Caetanos (1), Campo Formoso (1), Carinhanha (1), Coaraci (1), Encruzilhada (1), Guanambi (1), Ibiassucê (1), Irecê (1), Palmas de Monte Alto (1), Santo Estêvão (1) e Seabra (1). Até sexta-feira (12), foram registrados 128.999 casos prováveis de dengue na Bahia.

A diretora da Vigilância Epidemiológica do Estado, Márcia São Pedro, reforça a importância de os municípios intensificarem as ações de combate ao mosquito Aedes aegypti e ampliarem o horário de funcionamento dos postos de saúde, inclusive nos fins de semana e feriados. Ela ressalta também a relevância do trabalho dos Agentes de Combate às Endemias (ACE), que realizam atividades de responsabilidade municipal, como visitas domiciliares e tratamento de criadouros. Márcia destaca a importância de cada indivíduo eliminar focos de mosquitos dentro de suas casas, como vasos de plantas com água parada.

Fonte: Ascom/Sesab.

Compartilhe Isso