Jerônimo critica ACM Neto ao retornar à Bahia: “Fotografia do chicote”

Por Redação
3 Min

O governador Jerônimo Rodrigues (PT), após retornar da Europa, onde esteve em busca de investimentos para a área de energia limpa na Bahia, criticou seu principal adversário, o ex-prefeito de Salvador ACM Neto (União). Em entrevista à imprensa, o petista classificou como “política do chicote” a decisão da Executiva estadual do União Brasil de cortar o fundo eleitoral dos parlamentares que votarem a favor do empréstimo de R$2 bilhões solicitado pelo governo à Assembleia Legislativa.

Jerônimo declarou: “Essa prática mudou. Criamos uma nova forma de fazer política na Bahia, sem ameaças. Esse estilo de dizer que quem votar assim ou assado perderá isso ou aquilo. O fundo eleitoral é um direito. Não é dinheiro particular. Vivemos em um novo ambiente, de política com gentileza”, acrescentou.

Conforme reportagem do Toda Bahia, a decisão da Executiva estadual do União Brasil de cortar o fundo eleitoral dos candidatos ligados aos deputados que apoiarem o empréstimo do governo gerou críticas internas no próprio partido. O deputado federal Elmar Nascimento foi o principal crítico.

Elmar, que vem se aproximando do PT da Bahia visando facilitar sua eleição como próximo presidente da Câmara, onde é líder da sigla, classificou a medida como antidemocrática, uma “ameaça” e uma tentativa de intimidação. Dois aliados de Elmar na Assembleia, Marcinho Oliveira e Júnior Nascimento, ambos do União Brasil, votaram a favor do governo na Legislativo estadual, indo contra a posição da bancada. Marcinho, em especial, possui uma relação mais próxima com Jerônimo, o que tem causado irritação entre os oposicionistas.

Por sua vez, ACM Neto continua defendendo o fechamento da questão contra o projeto de Jerônimo e afirmou que, mesmo apoiando a candidatura de Elmar à presidência da Câmara, não é obrigado a concordar com tudo que o aliado propõe. Nos bastidores, há rumores de que os dois estão se afastando. Além de criticar o governo petista na Bahia, Neto, que voltou a conceder entrevistas, também tem feito críticas ao presidente Lula, desagradando Elmar.

Jerônimo defendeu Lula e criticou Neto, afirmando: “O ex-prefeito parece preferir o governo anterior, que ele apoiava e não seguia práticas democráticas.”

Compartilhe Isso
- Advertisement -