Ônibus terão atraso na saída em Salvador na quinta-feira.

Por Redação
3 Min

Parte da frota de ônibus da concessionária Ótima Transporte (OT Trans) vai sair com atrasos na manhã desta quinta-feira (25). A demora ocorrerá devido a uma assembleia do Sindicato dos Rodoviários da Bahia. Na reunião, os trabalhadores vão debater as más condições, incluindo situações de assédio moral e descumprimento da Convenção Coletiva de Trabalho (CCT).

A direção do sindicato se reunirá durante a madrugada para discutir as garagens afetadas e o horário de encerramento da assembleia. O diretor do Sindicato das Empresas de Transportes de Passageiros de Salvador (Seteps), Jorge Castro, expressou sua insatisfação, reclamando que a categoria foi surpreendida. Além disso, ele mencionou que, na mesma quinta-feira, está prevista uma reunião entre os dois lados.

Com a alteração do horário de saída dos coletivos, parte da frota regular do sistema urbano ficará comprometida. Isso implicará em atrasos dos ônibus em algumas linhas do eixo central da cidade.

O Sindicato dos Rodoviários da Bahia esclareceu que a assembleia é necessária para discutir e resolver questões importantes que afetam diretamente a qualidade de trabalho dos motoristas e cobradores. Segundo eles, as más condições de trabalho, incluindo o assédio moral e o descumprimento da CCT, não podem mais ser ignoradas.

Os passageiros que dependem do transporte público devem ficar atentos aos possíveis atrasos e alterações nas linhas de ônibus nesta quinta-feira. A recomendação é que busquem alternativas, caso necessário, para não serem prejudicados pela paralisação parcial da frota da OT Trans.

A Ótima Transporte ainda não se pronunciou oficialmente sobre a assembleia e os possíveis impactos nos serviços oferecidos à população. No entanto, espera-se que a empresa busque negociar com o sindicato para resolver as demandas dos trabalhadores e evitar novas paralisações no futuro.

Enquanto isso, a população de Salvador deve se preparar para possíveis transtornos no deslocamento pela cidade. A recomendação é que os usuários do transporte público planejem seus trajetos com antecedência e estejam cientes da possibilidade de atrasos e mudanças nas linhas de ônibus operadas pela Ótima Transporte.

A relação entre os trabalhadores do transporte coletivo e as empresas concessionárias tem sido marcada por constantes conflitos e reivindicações. A falta de acordo e o descumprimento de direitos trabalhistas têm levado os sindicatos a promoverem paralisações e greves como forma de pressionar por melhorias nas condições de trabalho.

Espera-se que a assembleia desta quinta-feira resulte em avanços nas negociações entre o Sindicato dos Rodoviários da Bahia e a Ótima Transporte, visando garantir um ambiente de trabalho mais justo e respeitoso para os profissionais do setor. A população aguarda por uma solução rápida e eficaz para que o transporte público volte a operar normalmente o mais breve possível.

Compartilhe Isso
- Advertisement -