Militante denuncia Dr. Roberto por “má-fé” ao ser ‘refiliado’ no PT: Decepção

Por Redação
2 Min

O militante Fabio Carvalho, atualmente desfiliado do PT, acusou o ex-presidente do partido em Madre de Deus, Dr. Roberto Santos, de agir com “má fé”. Segundo Carvalho, ele quase entrou em conflito com outra chapa do partido na intenção de renovar a presidência, mas acabou sendo surpreendido com essa situação desagradável.

Para Carvalho, o que aconteceu foi uma verdadeira “sacanagem”, com o médico sendo acusado de filiá-lo sem autorização depois que ele já havia se desligado do partido. Ele ressaltou que Dr. Roberto sabia da janela partidária e mesmo assim tomou essa atitude para impossibilitar a candidatura de Carvalho, o que ele classificou como má-fé.

Carvalho afirmou que os documentos comprovam essa ação, reforçando que o Dr. Roberto já não estava mais filiado ao PT na data em questão. Ao perceber a inviabilidade de suas candidaturas, ele gravou áudios informando sua decisão e alertando os outros pré-candidatos do partido.

Ele destacou que agiu dessa maneira por compromisso ideológico e partidário, visando proteger os interesses do PT e da sociedade. Carvalho ainda revelou que alertou seus companheiros de partido sobre a situação, garantindo que nenhum deles poderia se candidatar se não tomassem medidas.

Assim que foi divulgado que a esposa do Dr. Roberto assumiu um cargo na Prefeitura, surgiram especulações sobre a ligação desse evento com o esvaziamento do PT no município. Carvalho encerrou reiterando que agirá conforme a justiça determinar, deixando claro sua decepção com a situação.

Compartilhe Isso
- Advertisement -