SAO JOAO
SAO JOAO

Entrega do 44º campo de grama sintética em Salvador por Bruno Reis no bairro Novo Horizonte

Por Redação
5 Min

A Prefeitura de Salvador entregou neste domingo (26) a nova Arena Novo Horizonte, o 44º campo de grama sintética inaugurado na capital baiana. O equipamento de lazer, localizado na Rua Gonçalves Júnior, foi totalmente requalificado e poderá ser utilizado pela população do bairro de Novo Horizonte e comunidades vizinhas. O prefeito Bruno Reis foi ao local pela manhã para participar da solenidade e destacou que a meta da gestão municipal é chegar a 100 campos de gramado artificial até o final deste ano.

<Bruno Reis lembrou que, há 11 anos, os campos comunitários de Salvador eram todos de barro, que costumavam alagar durante as chuvas, e que, no verão, a poeira invadia a casa dos vizinhos. “O pedido mais comum das pessoas era que a Prefeitura enviasse uma patrol para nivelar o terreno. Aí, o nosso trabalho mudou a expectativa das pessoas. O campo de barro se tornou o retrato da Salvador do passado. Já a foto desse campo aqui é a imagem da Prefeitura do presente. Hoje, todo mundo quer um campo de grama sintética”, disse.

“Vale lembrar: quando os campos de grama sintética começaram a chegar na cidade, eram arenas particulares, e nós tínhamos que pagar para jogar. Então, a Prefeitura intensificou a implantação das arenas. Aqui, o que era um campo de barro, virou a Arena Novo Horizonte. Este é o 44º campo de grama sintética na nossa cidade. Nós temos, neste momento, mais de 20 sendo construídos e vamos chegar, até o final deste ano, à marca de 100 campos de grama sintética em Salvador”, completou o prefeito.

Na Arena Novo Horizonte foram investidos R$500 mil em intervenções como instalação de grama sintética, construção de mureta, novos alambrados, traves, redes e cobertura, dentre outros serviços. “Aí eu pergunto a vocês: qual é a cidade do Brasil, algumas com muito mais dinheiro do que a nossa, que tem mais de 100 campos públicos de grama sintética? Eu respondo: nenhuma”, disse o prefeito de Salvador.

“Nós vamos ser a primeira cidade do Brasil em número de campos de grama sintética. Com o dinheiro de quem? De vocês. Vocês acham que aqui tem um real do Governo do Estado ou do Governo Federal? Não tem. Esse é o dinheiro de vocês, que esse prefeito aqui tem a missão de administrar e faz isso muito bem”, completou Bruno Reis.

Titular da Secretaria de Promoção Social, Combate à Pobreza, Esportes e Lazer (Sempre), Júnior Magalhães afirmou que “com esse trabalho que estamos realizando ao longo da gestão, de construir e requalificar campos em nossa cidade, foi possível perceber o quanto esses equipamentos são importantes para as comunidades onde estão instalados. Os campos são muito mais que um local para a prática esportiva e para o lazer, eles são verdadeiros espaços de fortalecimento de vínculos sociais e comunitários para as pessoas de todas as idades, contribuindo, assim, para a inclusão social”, disse.

Aprovado – O motorista Rubenval Santos Andrade Júnior, de 41 anos, é morador da região e organiza um ‘baba’ com os amigos no campo. Segundo ele, antes da reforma, era o grupo que se juntava para fazer a limpeza e a manutenção. “Tinha que ficar botando e tirando as traves, que eram de madeira. Não era telado, incomodava os vizinhos, porque a bola voava e quebrava telhado”, conta.

“Ver essa arena nova é uma grande vitória para a gente. Especialmente para mim, como pai, porque as crianças estão todas alvoroçadas para usar e aí fico lembrando do meu tempo, porque comecei jogando aqui também. Para os meninos vai ser uma maravilha. É um dos melhores campos que vi em Salvador, pela grama, pela tela em cima, iluminação, toda a atenção dos trabalhadores ouvindo as sugestões da gente”, completou o morador.

Luciana Lopes, de 45 anos, é ambulante e tem dois filhos, de 14 e 27 anos, que cresceram jogando no campo. Agora, a nova arena atenderá aos seus netos, de oito e quatro anos. “Vai ser muito bom, estou vendo a expectativa das crianças, porque o campo ficou bonito. Uma área de lazer como essa é sempre bom, não só para as crianças, mas para a gente que é pai também”, afirmou.

Compartilhe Isso
- Advertisement -