SAO JOAO
SAO JOAO

Olimpíada de Matemática: 18 milhões de alunos na 1ª fase – confira!

Por Redação
6 Min

Mais de 18,5 milhões de alunos participam nesta terça-feira (4/6) da primeira fase da 19ª Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas (Obmep). Promovida desde 2005 pelo Instituto de Matemática Pura e Aplicada (Impa), a maior competição científica do país registrou neste ano recorde no número de escolas e municípios inscritos: 56.516 mil instituições de 5.564 cidades, uma cobertura de 99,9% dos municípios brasileiros.

A Obmep ocorre em duas fases. A primeira etapa, realizada hoje, consiste na aplicação de uma prova com 20 questões de múltipla escolha, preparada em três níveis, de acordo com o grau de escolaridade do aluno: Nível 1 (6º e 7º anos), Nível 2 (8º e 9º anos) e Nível 3 (ensino médio). O estudante terá 2h e 30 minutos para finalizar o exame.

Nesta primeira fase, tanto a aplicação quanto a correção das provas são feitas pelas escolas, que deverão seguir as instruções e os gabaritos elaborados pelo Impa. Os alunos concorrem, dentro da própria escola, com estudantes do mesmo nível, a vagas para a segunda fase da Obmep, em quantidade predefinida que varia de acordo o número de inscritos pela escola, por nível.

O resultado dos classificados para a segunda fase será divulgado na página da olimpíada em 2 de agosto, e a prova será em 19 de outubro em locais de aplicação definidos pelo Impa. Em 20 de dezembro, a Obmep vai publicar no site a lista dos premiados da 19ª edição. A olimpíada premia separadamente alunos de escolas públicas e privadas. Aos primeiros serão concedidas 6,5 mil medalhas (500 ouros, 1,5 mil pratas e 4,5 mil bronzes) e até 45 mil certificados de menção honrosa. Estudantes de instituições particulares receberão 1,95 mil medalhas (150 ouros, 450 pratas e 1,35 mil bronzes) e até 6 mil certificados de menção honrosa.

Alunos premiados com medalha de ouro, prata ou bronze nacionais são convidados a participar do Programa de Iniciação Científica (PIC Jr.) como incentivo e promoção do desenvolvimento acadêmico. A iniciativa oferece uma bolsa de R$ 300 aos alunos de escolas públicas que integram o programa.

A Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas (Obmep) é um evento científico de grande relevância no cenário educacional do país. Promovida desde 2005 pelo renomado Instituto de Matemática Pura e Aplicada (IMPA), a competição tem o objetivo de estimular o interesse dos alunos pela matemática, além de identificar jovens talentosos nessa área do conhecimento.

Neste ano, a 19ª edição da Obmep bateu recorde de participação, com mais de 18,5 milhões de estudantes envolvidos. Essa abrangência demonstra a importância e o alcance do evento, que atingiu um número significativo de escolas e municípios em todo o território nacional. São 56.516 instituições de ensino de 5.564 cidades participantes, o que representa uma cobertura de 99,9% dos municípios do Brasil.

A Olimpíada é dividida em duas fases. A primeira etapa, realizada hoje, consiste na aplicação de uma prova com 20 questões de múltipla escolha, distribuídas em três níveis de dificuldade, de acordo com o ano escolar do aluno. Os participantes têm 2 horas e 30 minutos para concluir o exame, que avalia não só o conhecimento matemático, mas também o raciocínio lógico e a capacidade de interpretação de problemas.

Na primeira fase, as escolas são responsáveis pela aplicação e correção das provas, seguindo as orientações e gabaritos fornecidos pelo IMPA. Os estudantes competem internamente, dentro de suas próprias escolas, por vagas na segunda fase da Olimpíada, de acordo com o número de inscritos em cada nível de ensino.

Os resultados dos classificados para a segunda fase serão divulgados em 2 de agosto, com a realização da prova marcada para 19 de outubro em locais determinados pelo IMPA. Ao final do processo, em 20 de dezembro, a lista dos premiados da 19ª edição será publicada no site oficial da Obmep.

A premiação da Olimpíada contempla tanto os alunos de escolas públicas quanto os das particulares. Os estudantes que se destacarem serão agraciados com medalhas de ouro, prata e bronze, além de certificados de menção honrosa. O reconhecimento do desempenho dos participantes incentiva o aprimoramento acadêmico e a busca pelo conhecimento.

Os premiados com medalhas nacionais de ouro, prata ou bronze serão convidados a integrar o Programa de Iniciação Científica (PIC Jr.), que oferece bolsas de estudo e oportunidades de desenvolvimento acadêmico aos alunos talentosos. Essa iniciativa visa estimular a pesquisa e a prática científica, contribuindo para a formação de futuros cientistas e matemáticos do país.

A Obmep representa uma importante iniciativa no estímulo ao estudo da matemática, incentivando a participação dos jovens em competições e desafios acadêmicos. O impacto positivo desse evento se reflete no aumento do interesse pela disciplina e no fomento ao talento matemático entre os estudantes brasileiros.

Compartilhe Isso
- Advertisement -