Mãe Bernadete: Comoção Marca Enterro de Líder Quilombola em Salvador

Leia mais

O corpo da renomada líder quilombola e yalorixá Mãe Bernadete, vítima de um ataque a tiros em seu terreiro, foi sepultado no final da manhã deste sábado (19) em Salvador. A cerimônia reuniu dezenas de amigos, familiares e autoridades, gerando uma atmosfera de forte comoção. Antes do enterro, uma grande homenagem foi prestada à religiosa.

Leia mais

O sepultamento aconteceu no Cemitério Ordem 3ª de São Francisco, na Baixa de Quintas, mesmo local onde repousa o filho da líder quilombola, Flávio Gabriel Pacífico dos Santos, conhecido como Binho do Quilombo. Binho também foi vítima de um assassinato na comunidade em 2017, e há suspeitas de que sua morte esteja relacionada ao ataque que vitimou Mãe Bernadete.

Leia mais

O velório da líder religiosa teve início na sexta-feira (18) e continuou até a manhã de sábado, no Quilombo Pitanga dos Palmares, localizado em Simões Filho, região metropolitana de Salvador, onde Mãe Bernadete residia. O cortejo fúnebre percorreu as ruas da cidade, acompanhado por um caminhão do Corpo de Bombeiros Militar da Bahia e um carro funerário.

Leia mais

Durante a emocionante cerimônia, que incluiu caminhada, samba e rituais religiosos, o caixão partiu em direção à capital, Salvador, onde o sepultamento estava marcado para as 11h. O caixão estava envolto por uma bandeira do Estado da Bahia, simbolizando o sentimento de luto e respeito pela líder quilombola.

Leia mais

Após o sepultamento, Wellington dos Santos, outro filho de Mãe Bernadete, conversou com a TV Bahia e expressou suas frustrações com o caso. Ele destacou a falha na execução da medida protetiva que deveria garantir a segurança da líder quilombola, especialmente após os ataques e ameaças sofridos desde a morte de seu irmão.

Leia mais

"Havia uma medida protetiva, mas havia falhas. Não era 24h. Os policiais iam de manhã, ficavam de 20 a 30 minutos e retornavam. Às vezes iam à tarde, também por 20 a 30 minutos e retornavam. E tinham câmeras instaladas ao redor da casa", disse Wellington dos Santos, destacando a falta de eficácia das medidas de segurança.

Leia mais

Ele também lamentou a perda familiar e levantou questionamentos sobre a tragédia. "Em 19 de setembro de 2017, meu irmão foi assassinado, e, hoje, 19 de agosto de 2023, estou sepultando minha mãe no mesmo lugar", disse ele. "Os mesmos autores não, mas pode ser o mesmo mandante", acrescentou, levantando a possibilidade de conexões entre os dois crimes.

Leia mais

Tanto o assassinato de Mãe Bernadete quanto o de seu filho estão sob investigação pela Polícia Federal, porém, até o momento, os casos permanecem não resolvidos. A Polícia Civil também está conduzindo investigações, e apurou que as armas utilizadas no ataque a Mãe Bernadete eram de calibre 9mm, de uso restrito.

Leia mais

A suspeita inicial é que o caso esteja relacionado a conflitos de terras na região. A Polícia Civil ainda não definiu uma linha de investigação definitiva, mas uma equipe multidisciplinar está trabalhando para esclarecer os trágicos acontecimentos.

Leia mais

Gostou deste story?

Aproveite para compartilhar clicando no botão acima!

Visite nosso site e veja todos os outros artigos disponíveis!

Candeias Mix - Notícias de Candeias, Bahia e do Mundo