Cachorro-vinagre resgatado de cativeiro doméstico

0
Cachorro-do-mato-vinagre Rondon, em recinto no Zoológico de Brasília — Foto: Welington Coelho/Zoológico de Brasília

Um cachorro-do-mato-vinagre resgatado de um cativeiro doméstico ilegal, em Rondonópolis (MT), chegou ao Zoológico de Brasília nesta quarta-feira (15). O animal, de 18 meses de vida, se chama Rondon e desembarcou no Aeroporto de Brasília às 7h15. A espécie é ameaçada de extinção.

A transferência para Brasília ocorreu após avaliação do comportamento “manso” do animal, em razão da criação por seres humanos. Randon passará por uma quarentena para exames clínicos e comportamentais. Depois disso, passará por um processo de aproximação de Xingu, outro cachorro-vinagre que já ocupa um recinto no zoológico.

“Infelizmente, não existem fêmeas em cativeiro, no Brasil, para uma almejada reprodução. Então, tratando-se de uma espécie gregária, que vive em grupos, achamos que, para o bem-estar do animal, o melhor seria transferi-lo para o Zoológico de Brasília”, explicou o biólogo e estudioso da espécie no Brasil, Cauê Monticelli.
O cachorro-vinagre chegou em Brasília por meio de uma recomendação do Programa Internacional para a Conservação da Espécie da Associação de Zoológicos e Aquários do Brasil (Azab) e do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio).

“Os zoológicos são centros de conservação de fauna e devem focar seu trabalho em espécies ameaçadas de extinção, seguindo sempre as recomendações dos programas nacionais e internacionais. Quando falamos em conservação, temos que sempre pensar também no bem-estar dos animais que estão sob nossos cuidados”, diz o biólogo e diretor de mamíferos do Zoológico de Brasília, Filipe Reis.

Avião Solidário

O cachorro-vinagre chegou a Brasília em um voos comercial de forma gratuita por meio do programa Avião Solidário, da Latam. Ao todo, a empresa afirma que transportou mais de 4,6 mil animais de várias espécies ameaçadas de extinção. Em 2022, foram 120 animais silvestres em todo Brasil.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.