Acompanhe as últimas notícias da Cidade de Candeias na Bahia com credibilidade na informação sobre política, esportes e ações policias da região.

Creas promove campanha de Combate a Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes nesta sexta (31).

 Combate a Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes
Foto: Divulgação

A Prefeitura de Candeias, por meio da Secretaria Municipal de Desenvolvimento e Assistência Social (Sedas) irá promover na próxima sexta-feira dia, 31, uma blizt educativa em alusão ao Dia Nacional de Combate ao Abuso e a exploração sexual de Crianças e Adolescentes.  A ação educativa “Faça Bonito”, será realizada nas ruas do Centro da cidade a partir das 9h.

O Centro de Referência Especializado de Assistência Social (Creas), que tem entre as atribuições realizar atividades de sensibilização e mobilização social, visando orientação da população e a promoção do combate e enfrentamento à violação de direitos, como por exemplo a campanha do dia 18 de Maio- Dia Nacional de Combate ao Abuso e a Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes, considerando que é dever da sociedade civil e do poder público realizar atividades como esta, que chamem a atenção e conscientize a população e as autoridades em relação a gravidade da violência sexual.

A partir desta proposta, a equipe técnica do Creas, estará realizando durante todo o mês de maio em setores públicos e rede pública de ensino, palestras cuja temática abordada será referente ao combate à exploração sexual de crianças e adolescentes. A ação educativa tem por objetivo a conscientização da população sobre a importância de se combater o abuso e exploração sexual de menores.

18 de maio uma data para não ser esquecida

Em 1973 um crime bárbaro chocou o Brasil. (Com apenas oito anos de idade, Araceli Cabrera foi sequestrada em 18 de maio. Ela foi drogada, espancada, estuprada e morta por membros de uma tradicional família no Espírito Santo). O desfecho escandaloso seria um símbolo de toda a violência que se comete contra as crianças. O dia 18 de maio foi instituído em 1998, quando cerca de 80 entidades públicas e privadas, reuniram-se na Bahia para o 1º Encontro do Ecpat no Brasil. O evento foi organizado pelo Centro de Defesa de Crianças e Adolescentes (CEDECA/BA), representante oficial do Ecpat, organização internacional que luta pelo fim da exploração sexual e comercial de crianças, pornografia e tráfico para fins sexuais. O encontro reuniu entidades de todo o país. Foi nessa oportunidade que surgiu a ideia de criação de um Dia Nacional de Combate ao Abuso e Exploração Sexual Infanto-Juvenil, Lei 9.970.

A campanha tem como símbolo uma flor, como uma lembrança dos desenhos da primeira infância, além de associar a fragilidade de uma flor com a de uma criança. O desenho também tem como objetivo proporcionar maior proximidade e identificação junto à sociedade, proximidade e identificação com a causa.

No Brasil, a violência contra criança e adolescentes ocupa o segundo lugar em agressões, este dado revela a importância de se executar ações que preconizem a defesa da dignidade e a garantia dos direitos fundamentais da população de criança e adolescentes brasileiros.

Informações: Faça Bonito

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.