Sesab alerta municípios do Sudoeste baiano com aumento no número de casos de Dengue, Zica e Chikungunya

0
Mosquitos de Aedes aegypti são vistos no laboratório da Oxitec em Campinas

A Diretoria de Vigilância Epidemiológica da Bahia (Divep/Sesab) está em alerta para situação epidêmica de Dengue, Zica e Chinkungunya nas macrorregiões de saúde Sudoeste e Norte.

De acordo com levantamento realizado até a 16ª Semana Epidemiológica de 2022, (até 23 de abril), foram notificados 24.500 casos das três arboviroses urbanas em todo o estado.

Só de dengue, foram 14.732 casos, registrados em 271 municípios, com 4 óbitos confirmados e 12 em investigação.

Em relação à chikungunya, no mesmo período, foram notificados 9.290 casos, um incremento de 19,6% em relação às notificações do mesmo período do ano passado.

Os municípios das regiões de Itapetinga, Guanambi, Brumado, Itabuna, Caetité e Santa Maria da Vitória são os que registraram os maiores índices para esta arbovirose. Não houve registro de óbito.

Ainda de acordo com a Sesab, nos 10 municípios categorizados como de alto e altíssimo risco para as três arboviroses, a Secretaria já autorizou a liberação de inseticida e tem providenciado manter o abastecimento desse produto nos núcleos regionais.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.