Festa de confraternização de empresa de MG contamina 23 funcionários com a variante ômicron

0
Foto: Breno Esaki / Agência Saúde DF

Cerca de 23 pessoas da cidade de Extrema (MG) foram contaminadas com a cepa Ômicron do coronavírus após uma festa de confraternização de trabalho no Estado de São Paulo. Segundo a Secretaria Municipal de Saúde local, os funcionários foram para o evento e ao retornar foram diagnosticados. As informações são do portal G1.

De acordo com Enis Donizetti Silva, médico-coordenador do controle da Covid-19 no município, inicialmente tinham sido identificados 11 casos da infecção, após o diagnóstico desses, o governo solicitou que os demais funcionários também fizessem o teste.

“Eram 11 casos inicialmente. Essas pessoas tinham participado de uma confraternização na sexta-feira anterior em São Paulo. Esses 11 casos inicialmente nós começamos a avaliar junto à empresa e a partir da ocorrência desse surto, pedimos para fazer uma avaliação em todos os colaboradores. Isolamos a empresa, mandamos todo mundo para casa e desse grupo todo que foi testado, ocorreram mais positivos. Então hoje, na verdade, só dentro dessa empresa, nós temos 23 casos positivos”, relatou o médico.

O balanço divulgado na última sexta-feira, 24, pelo Ministério da Saúde indicava que haviam sido registrados 45 casos da nova variante do coronavírus no Brasil.

As infecções foram registradas em São Paulo (27), em Goiás (4), em Minas Gerais (3), no Rio Grande do Sul (3), no Ceará (3), no Distrito Federal (2), no Rio de Janeiro (1), no Espírito Santo (1) e em Santa Catarina (1). Com a confirmação desses casos em MG, o número sobe para 68.

Há ainda, segundo a pasta, 69 casos em investigação, sendo 27 no Distrito Federal, 19 em Minas Gerais e 23 no Rio Grande do Sul.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.