Candeias: pessoas com comorbidades e acima de 60 anos podem se vacinar no ginásio de esportes

0

O ginásio de esportes amanheceu com o público de pessoas com comorbidades, de 55 a 59 anos e com idade de 60 anos ou mais, para tomar a primeira dosagem da vacina fabricada pela Fiocruz, a AstraZeneca. São em média 50 cadeiras para as pessoas que aguardam, num máximo de 10 minutos, dentro do ginásio, a conferência de documentos e a aplicação do imunizante, pela equipe de vacinadores da Secretaria Municipal de Saúde – Sesau. Pela tarde, a Secretaria ampliou a idade do público que tem doenças crônicas de 50 a 59 anos.

Antonio Dias, de 58 anos, disse que tem diabetes. “Eu estava com um pouco de receio, mas minha família me deu um incentivo para vir. Se é da vontade de Deus que sejamos vacinados, a gente deve vir”, falou.

A subcoordenadora de imunização, Bárbara Matos, explicou que a chamada tem sido gradativa para as idades, para evitar aglomerações. “Mesmo assim temos uma estrutura para vacinar todo esse público já convocado. Reforçamos que o público compareça para que possamos avançar a idade”, chamou ela.

Bárbara explicou que a estratégia continua de vacinar somente a primeira dose, no ginásio, que fica atrás da delegacia. Já na Proteger, são aplicadas as duas dosagens e também continua a vacinação de públicos específicos como professores, pessoas com síndrome de down e autismo. Sobre a Coronavac, a subcoordenadora disse que aguarda a chegada das doses para os públicos que já tiveram feita a aplicação do imunizante.

A moradora do bairro do Santo Antônio, Enaildes Braga, de 55 anos, é hipertensa e chegou bem cedo. “Estou feliz agora. Eu estava preocupada que demorasse mais. E incentivo a todos que venham”, disse.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Secured By miniOrange