Apenas um paciente com Covid-19 é capaz de infectar mais de 100 pessoas em um só lugar, diz estudo

0
Foto: Manu Dias/GOVBA

Um estudo realizado pelo Instituto de Tecnologia de Massachusetts, nos Estados Unidos, está tentando medir para quantas pessoas um único paciente infectado com Covid-19 pode transmitir o vírus. Segundo a revista Exame, em um modelo matemático usando estatísticas de outros vírus semelhantes, os cientistas descobriram que uma única pessoa pode infectar mais de 100.

A contaminação depende do local onde a pessoa se encontra. Em média, os pesquisadores apontam que uma única pessoa doente passaria o vírus Sars-CoV-2 para outras seis pessoas. Contudo, este número pode aumentar de acordo com as condições epidemiológicas: os primeiros resultados apontam que o coronavírus pode ser transmitido para dezenas de pessoas reunidas em apenas um lugar.

A pesquisa avaliou o efeito de eventos considerados de “super propagação” do vírus, ou seja, aqueles que reúnem uma grande quantidade de indivíduos próximos uns dos outros. Para chegar à conclusão de que que existem ocasiões em que o infectado transmite o vírus para mais de seis pessoas, os pesquisadores observaram 60 eventos selecionados, sendo 45 do vírus Sars-CoV-2 (do novo coronavírus) e outros 15 do Sars-CoV-1 (do surto de 2003).

Na maioria destes, entre 10 e 55 pessoas foram infectadas a partir de um hospedeiro. Em dois eventos, mais de 100 pessoas contraíram a doença a partir de um único doente. A experiência não especifica os eventos de “super propagação”, mas é possível considerar ambientes fechados, com pessoas próximas umas das outras, ou até mesmo locais abertos, mas com uma grande concentração de pessoas.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.