Homem mata mãe e corta mão para sacar dinheiro

Por Redação
3 Min

Homem é preso em flagrante após matar a mãe para sacar dinheiro em banco

Um homem, identificado como José Natan Carvalho, de 21 anos, foi preso em flagrante após matar a mãe, na última sexta-feira, 19. Segundo informações da Polícia, o suspeito teria cortado a mão da genitora para sacar dinheiro dela em um banco. A intenção era retirar a digital e ter acesso ao montante.

O corpo de Sandra Maria dos Santos Carvalho, de 58 anos, foi encontrado neste sábado, 20, em estado avançado de putrefação.

O crime ocorreu na Travessa Luzimar, em Boca da Mata de Valéria. Mãe e filho moravam na mesma casa, onde também residem outros parentes.

De acordo com a Polícia Civil, José Natan foi autuado em flagrante por homicídio. O homem fez exame de corpo e delito e segue à disposição do Poder Judiciário.

O suspeito teria sido flagrado pelas câmeras de segurança do banco enquanto tentava realizar a transação com a mão decepada de sua mãe. As imagens chocaram os investigadores e levaram à rápida prisão do indivíduo.

A família e vizinhos estão em choque com a brutalidade do crime. Muitos relataram que José Natan sempre teve um comportamento agressivo e violento, mas ninguém imaginava que ele seria capaz de cometer um ato tão hediondo contra sua própria mãe.

O crime gerou repercussão na comunidade de Boca da Mata de Valéria, com muitas pessoas pedindo por justiça e punição severa para o assassino. A população local está abalada com a tragédia que aconteceu dentro de uma família.

As autoridades policiais estão investigando o caso em detalhes para entender as motivações por trás do homicídio. A perícia técnica foi acionada para realizar os procedimentos necessários no local do crime e no corpo da vítima.

O advogado de defesa de José Natan não se pronunciou sobre o caso até o momento. O suspeito será submetido a um julgamento justo e terá o direito de se defender perante a justiça.

A comunidade local está mobilizada em busca de respostas e medidas que garantam a segurança de todos os moradores, especialmente das mulheres e idosos que são mais vulneráveis a casos de violência doméstica.

Espera-se que a justiça seja feita e que José Natan Carvalho seja responsabilizado pelo crime hediondo que cometeu contra sua própria mãe. O caso serve como alerta para a importância da prevenção e combate à violência familiar em todas as suas formas.

Compartilhe Isso
- Advertisement -