PT apoia Alexandre Padilha e critica postura de Arthur Lira

Por Redação
3 Min

O Partido dos Trabalhadores (PT) emitiu uma nota em defesa do ministro-chefe da Secretaria de Relações Institucionais do governo federal, Alexandre Padilha. A manifestação ocorre em meio às críticas feitas pelo presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP-AL), ao chefe da pasta responsável pela articulação entre os poderes.

No dia anterior, Lira chamou Padilha de “incompetente” e “desafeto pessoal” ao ser questionado sobre os votos de aliados contra a prisão do deputado Chiquinho Brazão, acusado de ordenar o assassinato da vereadora Marielle Franco.

Em sua nota, o PT defendeu o ministro e enfatizou que a postura de Lira “compromete a liturgia do cargo de presidente da Câmara Federal e ofende a harmonia entre os Poderes da República”.

“O Brasil necessita de relações republicanas saudáveis para superar o atual estágio de beligerância provocado por atitudes que desafiam a convivência política e social”, ressalta a publicação.

Ainda no mesmo dia, a presidente do PT, Gleisi Hoffmann, expressou seu apoio a Padilha. “Pela competência e capacidade, o ministro Padilha já serviu ao Brasil em inúmeras oportunidades, sempre dedicado à missão confiada”, escreveu em uma rede social.

Confira a nota completa:

“O Partido dos Trabalhadores manifesta irrestrita solidariedade ao companheiro Alexandre Padilha, ministro-chefe da Secretaria de Relações Institucionais da Presidência da República, do governo Lula.

É inegável a competência e a capacidade do ministro Alexandre Padilha, tanto no atual governo quanto nas inúmeras oportunidades em que serviu aos interesses do povo brasileiro.

Ao atacar o ministro Alexandre Padilha, o deputado Arthur Lira compromete a liturgia do cargo de presidente da Câmara Federal e ofende a harmonia entre os Poderes da República.

O Brasil precisa de relações republicanas saudáveis para superar o atual estágio de beligerância provocado por atitudes que desafiam a convivência política e social.

O governo do presidente Lula, eleito com 60,3 milhões de votos, tem o compromisso de unir a sociedade para reconstruir o país e promover o desenvolvimento.

O PT reafirma seu apoio ao ministro Alexandre Padilha, repudia ataques que agridem a democracia e convoca as lideranças do país a colocarem os interesses do Brasil em primeiro lugar.”

Compartilhe Isso
- Advertisement -