Estaremos no 2° turno: Feira cansada da polarização dos Zé’s por 25 anos

Por Redação
3 Min

O deputado estadual Pablo Roberto (PSDB) foi bastante positivo ao analisar sua pontuação na pesquisa de intenção de voto encomendada pelo BN ao instituto Séculos. Pablo obteve 3% na estimulada e 11% na espontânea.

Continua depois da Promoção

“Se observarmos o gráfico de todas as pesquisas realizadas nos últimos doze meses, nosso nome é o que mais cresce, com a maior curva de ascensão”, destacou Pablo.

“Portanto, estamos avaliando a pesquisa, cada um a interpreta de maneira diferente. Confesso que estou extremamente satisfeito com o resultado apresentado, seja pelo crescimento, seja pelo índice de rejeição e outras questões a serem analisadas. Isso demonstra que nossa candidatura, nossa pré-candidatura, é um movimento sólido, que cresce a cada dia”, apontou o parlamentar.

Roberto avalia que o fato de ter a menor rejeição e ser o mais desconhecido pesarão a favor de sua candidatura.

Continua depois da Promoção

E não tenho dúvidas de que, da forma como estamos conduzindo, do diálogo que estamos estabelecendo, estaremos no segundo turno para debater questões tão importantes para Feira de Santana“, ressaltou o político.

Alguns pontos que merecem ser avaliados são o índice de rejeição, a porcentagem de pessoas que ainda não opinaram e a escolha entre os três candidatos, algo que também deve ser considerado. As agências responsáveis pelas pré-campanhas, as coordenações de pré-campanha, vão analisar esses dados para encontrar a melhor alternativa para avançar e continuar crescendo”, apontou o político.

Atuando no mesmo grupo, Pablo apontou um cansaço do grupo em relação à polarização entre Zé Ronaldo e Zé Neto ao comentar sobre a pontuação dos adversários.

“A cidade tem clamado por um processo de mudança e renovação há bastante tempo. Ela chegou a um ponto de exaustão com a polarização que dura 25 anos entre os dois Zés. Com base nisso e acreditando nesse anseio de mudança e renovação, a cidade começa a perceber que essa polarização ao longo dos anos trouxe sérios problemas estruturais, inclusive para a cidade”, pontuou Pablo Roberto.

“Acredito muito nisso, onde quer que eu vá, onde quer que eu caminhe, o desejo de mudança na cidade é muito forte. Acredito que faremos uma grande campanha e estaremos no segundo turno defendendo aquilo em que acreditamos, que é o futuro de Feira de Santana, a partir da avaliação do presente da cidade e do que desejamos para os próximos 10, 15 e 20 anos”, declarou o gestor.

Compartilhe Isso
- Advertisement -