‘Não reconheceremos sentença condenatória’, diz Gleisi sobre caso Lula

O Julgamento do ex-presidente ocorrerá no próximo dia 24, no TRF-4, em Porto Alegre

0
© Geraldo Magela/Agência Senado

A presidenta nacional do PT, senadora Gleisi Hoffmann, concedeu entrevista nessa quarta-feira (17), ao programa Contraponto, da Rádio Trianon de São Paulo, quando garantiu a participação do ex-presidente Lula nas eleições de 2018. De acordo com ela, a Justiça deu um tiro no pé ao adiantar a sessão de julgamento no Tribunal Regional da 4ª região, pois adiantou as manifestações e fortaleceu a resistência do povo brasileiro.

Ela explicou que o resultado do julgamento não afetará em nada o registro de Lula como candidato à Presidência, já que somente a Justiça Eleitoral pode definir seu destino no pleito.

“A sentença não tem impacto na candidatura de Lula. Quando digo que Lula é candidato é porque estamos baseados na Lei Eleitoral que é a que vai definir a candidatura e não a Justiça federal. Dia 15 de agosto nós registraremos Lula como candidato. Estamos em janeiro e até lá vamos fazer a disputa política, não eleitoral, na sociedade. Ele vai continuar as caravanas, vamos continuar com as manifestações de rua e seguir planejando o programa de governo normalmente”, afirmou a senadora.

Ela disse que o PT e aqueles que defendem o estado democrático de direito não vão aceitar uma sentença condenatória pelo TRF4. “Não vamos reconhecer uma sentença condenatória porque ela é injusta e não pode ser defendida. Vamos recorrer a todas as instâncias, divulgar esse absurdo e lutar politicamente. É a política que comanda o destino da nação.”

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Secured By miniOrange