Caso Isidório: Aliado comenta denúncias na Fundação Dr. Jesus; assista

0
Foto: Reprodução

A Fundação Dr. Jesus, propriedade do deputado federal baiano Pastor Isidório (Avante), foi alvo de denúncia de maus-tratos como castigos físicos, racionamento de comida, segregação e repressão sexual e doutrinação religiosa interferindo nos cuidados médicos.

Em reportagem veiculada pelo Fantástico, Isidório aparece dando declarações associando pessoas transgênero a práticas diabólicas.

Colega de partido do parlamentar, o deputado estadual Tum (Avante), que vai tentar eleição para a Câmara, publicou um vídeo em apoio ao correligionário.

“Conheço o trabalho feito por muitas mãos naquela casa de recuperação e sei, sou testemunha de quantas vidas já foram salvas por causa da mão estendida pela instituição àqueles que precisam”, afirmou Tum.

O deputado estadual sugeriu, sem apresentar provas, que a reportagem pode fazer parte de um arranjo político para prejudicar Isidório: “Estamos falando de uma obra de 31 anos, surgida bem antes da política e que, pelos resultados entregues à sociedade, merece nosso respeito e apoio. Mas também estamos falando do deputado federal mais votado da Bahia em 2018 e isso pode incomodar muita gente, realmente”.

O parlamentar defendeu o trabalho dos centros terapêuticos, que se dedicam a assistir dependentes químicos, como é o caso da Doutor Jesus. Para ele, o trabalho desenvolvido nesses locais não só devolvem a dignidade aos assistidos, mas também auxilia no cotidiano de centenas de famílias carentes, daqueles que buscam qualificação profissional ou simplesmente de quem precisa de uma palavra de conforto e fé.
“É uma instituição com três décadas de existência, de portas abertas à sociedade, aos órgãos de controle e fiscalização e não há qualquer denúncia registrada ou apuração oficial, então não há razão para colocar em dúvida o trabalho lá realizado”, declarou.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.