Vereadora registra ocorrência após homem ejacular sobre sua foto

0
Reprodução/Facebook

Bnews – A presidente estadual do Podemos no Rio Grande do Sul, a vereadora Luirce Paz registrou uma ocorrência na Polícia Civil após um homem ejacular sobre a foto dela e enviar o vídeo do ato para seu celular.

O fato ocorreu após a vereadora fazer uma live em uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA) da cidade de Cruz Alta e pedir que pessoas lhe enviassem uma mensagem via whatsapp, caso não conseguissem atendimento.

Em boletim de ocorrência registrado na última quinta-feira (26), a vereadora declarou que o vídeo veio acompanhado da legenda “também tenho uma reclamação a fazer”. No entanto, Paz disse “querer não acreditar” que os dois acontecimentos tenham algum tipo de relação. Segundo a vereadora, o vídeo foi publicado originalmente nas redes sociais, há seis meses.

Surpresa com o ocorrido, a vereadora disse que, apesar do ocorrido, ninguém ira silenciá-la. “A mulher na política é vista como aquele objeto. Se ela briga por aquilo que ela acredita, é louca, desequilibrada, desesperada, mal amada. Mas em nenhum momento é uma boa política. São coisas que vêm acontecendo. Mas a minha voz ninguém vai calar, porque eu fui eleita para representar a comunidade de Cruz Alta”, afirmou.

Em nota, Márcia Pinheiro, presidente nacional do Podemos Mulher, afirmou que se trata se um “ato inadmissível, machista e misógino” e que todas as medidas para a apuração do crime estão sendo tomadas. “Ser mulher no Brasil é viver diariamente sofrendo violências de cunho sexista”, afirmou Pinheiro. “Mais um caso de assédio. Mais uma violência a nossas podemistas. Até quando?”, concluiu.

De acordo com a Lei 14.192, de agosto de 2021, que define e pune violência política contra a mulher, “estão proibidas a discriminação e a desigualdade de tratamento por gênero ou raça em todas as instâncias de representação política e no exercício de funções públicas”.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.