André Mendonça toma posse como novo ministro do STF

Ex-AGU foi um dos primeiros a chegar no local nesta quinta-feira (16/12). Autoridades apareceram sem máscara no evento, que durou cerca de 15 minutos

0
Foto: AG Brasil

Com com toda pompa e rigor, o novo ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) André Mendonça tomou posse nesta quinta-feira (16/12) em Brasília. A cerimônia durou cerca de 15 minutos. Houve Hino Nacional e juramento. A Corte montou uma estrutura para receber o magistrado, os convidados e a imprensa.

Mendonça chegou ao local acompanhado da esposa. O indicado “terrivelmente evangélico” do presidente Jair Bolsonaro aguardou durante quatro meses para ser sabatinado pelo Senado Federal e assumir a cadeira deixada por Março Aurélio Melo, aposentado desde 12 de julho.

O ministro da Justiça e Segurança Pública, Anderson Torres, contrariou os protocolos sanitários do Supremo Tribunal Federal (STF) e entrou na Corte sem máscara de proteção facial. A instituição exigia a máscara, além do comprovante de vacinação contra a covid-19.

Durante a posse, o presidente do STF, Luiz Fux, ao lado de Bolsonaro, destacou o currículo técnico de Mendonça e desejou boas vindas ao novo ministro, agradecendo a presença dos presentes.

André Mendonça foi um dos primeiros a chegar ao evento. Também estão presentes na cerimônia o vice-presidente Hamilton Mourão, a ministra Damares Alves (Família), o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (PSD-MG), o procurador-geral da República, Augusto Aras, o ministro do STF Luís Roberto Barroso, além do presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP-AL).

Bolsonaro, aliás, confirmou sua presença ontem na cerimônia de posse do novo ministro do Supremo. A informação foi confirmada em nota enviada pela assessoria da Corte. A equipe médica da Presidência também enviou um teste com resultado negativo para covid-19. O diagnóstico negativo para infecção pelo coronavírus é uma exigência para entrada nos prédios da Corte, como previsto na resolução 748/2021 do STF, que dispõe sobre as regras para conter a disseminação do novo coronavírus.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.