Carlos Martins debate acessibilidade e inclusão com vereadores e lideranças comunitárias de Candeias

0

Uma reunião com lideranças comunitárias, parlamentares e representantes da Prefeitura de Candeias, o secretário de Justiça, Direitos Humanos e Desenvolvimento Social da Bahia (SJDHDS), Carlos Martins, debateu ações do órgão estadual para pessoas com deficiência no município.

Atualmente, Candeias possui 816 pessoas com deficiência, cadastrados no Benefício de Prestação Continuada (BPC), mas apenas 298 são beneficiárias do Programa Passe Livre Intermunicipal, que garante a gratuidade no transporte público intermunicipal, um direito da pessoa com deficiência, que é assegurado pelo estado da Bahia.

“Acessibilidade e inclusão não existem em Candeias e eu me emociono ao participar dessa reunião e ver que vamos dar o primeiro passo, que a SJDHDS está se colocando à disposição para mudar essa realidade de invisibilidade das pessoas com deficiência no município”, afirmou o líder comentário, José Roberto dos Santos, KonFu Cadeirante.

No encontro, o secretário Carlos Martins falou da importância de desenvolver políticas públicas específicas para os PcD’s, destacou a relevância da inclusão e colocou toda a estrutura da Superintendência dos Direitos da Pessoa com Deficiência da SJDHDS à disposição do município. Martins ainda determinou que a SJDHDS realize um mapeamento das pessoas com deficiência do município, articule a criação do Conselho Municipal dos Direitos da Pessoa com Deficiência e promova capacitações técnicas com as equipes da Prefeitura.

“Estamos aqui para ajudar vocês no que for preciso, toda a nossa equipe técnica está à disposição, vamos trabalhar juntos para combater a exclusão, o desrespeito e capacitismo das PcD’s. Também é nosso papel educar a sociedade, a educação é a nossa grande aliada na transformação de uma sociedade inclusiva”, afirmou o secretário.

Além disso, Carlos Martins ainda sugeriu que os vereadores Ivan do Prateado, Cal de Bené e Robinho, presentes na reunião, reflitam sobre a criação de uma Lei municipal específica para PcD’s.

O secretário se comprometeu em trabalhar para garantir qualificação técnica. “Vamos fazer articulação com a Secretaria do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte (Setre), com o intuito de potencializar a inserção das Pessoas com Deficiência no mercado de trabalho”, afirmou ele, reforçando ainda que é possível promover o “Dia D da Inclusão” no município, que objetiva estimular a contratação desse público pelo comércio e empresas locais.

Também presente na reunião, o superintendência dos Direitos da Pessoa com Deficiência, Alexandre Baroni, apresentou o Passe Livre Intermunicipal, a Central de Interpretes de Libras e demais ações da superintendência, sinalizando que a SJDHDS pode promover capacitações técnicas e vistorias em espaços e prédios públicos de Candeias com o objetivo de intensificar as barreiras na acessibilidade.

Ainda participaram do encontro, o coordenar de Juventude do Município, Danilo Almeida e Talisson Santana e a líder comunitária, Tailana Pinheiro.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.