Clima tenso em assembleia dos servidores municipais de Madre de Deus

0

Um grupo de servidores públicos da prefeitura de Madre de Deus, região metropolitana de Salvador, onde a maioria vigilantes, participaram na manhã desta quinta-feira (23 ), de uma Assembleia Ordinária, realizada pelo (SINDIMADRE) Sindicato dos Servidores Públicos de Madre de Deus. O encontro foi realizado no espaço Mine Mozine, centro da cidade.

Com clima tenso, e sem a presença de representante do executivo, a categoria analisou duas propostas apresentadas pelo sindicato, onde foram discutidas no último dia (18 ), com representantes da prefeitura a pauta sindical , 2021 e 2022 e apresentada aos trabalhadores nesta quinta.

De acordo com a direção do SINDIMADRE, durante a reunião, ficou decidido entre as partes, que o poder executivo irá avaliar as condições orçamentárias do município, e assim, poder atender o pleito de uma referencia salarial atrasada de 06% (seis por cento), e o pagamento adicional de 30% (trinta por cento), de periculosidade para os vigilantes.

Ainda de acordo com o órgão sindical, também ficou acordado, que será feito um estudo no empaqueto financeiro, assim como analise de previsão orçamentária para 2021 e 2022.

Após a leitura da pauta, o vigilante Augusto Copque, um dos membros do SINDIMADRE, disse que o executivo deveria ter enviado um representante para a assembleia. “Acho isso uma falta de respeito com a classe, desde quando temos um vice-prefeito que é sindicalista. Estamos abandonados pelo governo. Já se passaram mais de 30 dias da última reunião e nada foi decidido. Sabemos das dificuldades, mais estamos buscando o que é de direito.” Lamentou Augusto.

Após o ato, um grupo de servidores fizeram manifestação em frente ao prédio do Centro Administrativo. Uma nova reunião, entre sindicato e prefeitura, deverá acontecer nos próximos dias.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.