CPI da Covid define data para Luciano Hang depor

0

(crédito: Divulgação/Luciano Hang)

A CPI da Covid definiu, nesta quinta-feira (23), a data para que o empresário Luciano Hang, dono da Havan, preste depoimento: na próxima quarta (29). A convocação dele já havia sido aprovada em junho, mas a data ainda não tinha sido definida.

A CPI também aprovou a convocação de Bruna Morato, advogada dos médicos que denunciaram irregularidades na empresa de saúde Prevent Senior. Ela ajudou na realização de um dossiê feito pelos profissionais e que foi entregue à CPI.

O empresário será convocado para que sejam aprofundadas as investigações sobre o envolvimento de Hang em esquemas de disseminação de informações falsas. Ele ainda foi assunto na quarta-feira por conta de investigações sobre a Prevent Senior. A mãe do dono da Havan, Regina Hang, faleceu em fevereiro por complicações da Covid e era cliente do plano de saúde. Foi descoberto, contudo, que a empresa não informou que a causa da morte da mulher foi causada pela doença.

O prontuário de Regina mostra que ela foi internada no Hospital Sancta Maggiore, da Rede Prevent Senior, e foi medicada com o chamado “kit Covid”. O “kit Covid”, também alvo da CPI, é formado por remédios ineficazes contra a Covid, mesmo assim defendidos desde o início da pandemia por Bolsonaro e aliados.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.