Para 76%, Bolsonaro deve sofrer impeachment se desobedecer a Justiça, diz Datafolha

No feriado de 7 de Setembro, durante ato em São Paulo, presidente disse que não cumpriria mais decisões do ministro do Supremo Tribunal Federal Alexandre de Moraes.

0
REPRODUÇÃO/FACEBOOK

Pesquisa Datafolha divulgada pelo jornal “Folha de S.Paulo” neste sábado (18) aponta que para 76% dos brasileiros o presidente Jair Bolsonaro deve sofrer impeachment se descumprir ordem da Justiça. 21% disseram que ele não deve sofrer impeachment, enquanto 3% afirmaram não saber.

O Datafolha ouviu 3.667 eleitores de 13 a 15 de setembro, em 190 cidades. A margem de erro é de dois pontos percentuais para mais ou menos.

No feriado de 7 de Setembro, durante ato em São Paulo, Bolsonaro disse que não cumpriria mais decisões do ministro do Supremo Tribunal Federal Alexandre de Moraes. “Dizer a vocês que, qualquer decisão do senhor Alexandre de Moraes, esse presidente não mais cumprirá. A paciência do nosso povo já se esgotou, ele tem tempo ainda de pedir o seu boné e ir cuidar da sua vida. Ele, para nós, não existe mais”, afirmou o presidente.

Pela Constituição brasileira, ninguém pode descumprir decisão judicial. Juristas afirmaram ver crime de responsabilidade na fala do presidente.

Dois dias depois da declaração, Bolsonaro divulgou um texto intitulado “Declaração à Nação” afirmando que nunca teve “intenção de agredir quaisquer dos poderes”.

São mais favoráveis à abertura de impeachment em caso de descumprimento de decisões os mais jovens (86% dos jovens de 16 a 24 anos), os mais pobres (82%) e aqueles que reprovam Bolsonaro (94%).

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.