Bruno Reis minimiza críticas após encontro com Bolsonaro e evita polemizar sobre Neto e Roma

foto:redes sociais

O prefeito de Salvador, Bruno Reis (DEM), comentou, na manhã desta sexta-feira (4/6), sobre o encontro que teve com o presidente Jair Bolsonaro na última quarta-feira (2/6). Durante coletiva virtual, o democrata minimizou as críticas de adversários.

“Eu sempre disse, durante a campanha, que eu era o único candidato que não estava preso a amarras ideológicas e políticas, que poderia dialogar e conversar muito bem com o presidente e com governador, que sempre colocaria os interesses da cidade acima de interesses políticos partidários. Tenho convicção que esta é a melhor postura, e desta forma que estou cumprindo meu papel como prefeito. Quem ganha é a cidade e a população de Salvador”.

Na ocasião, a agenda, no Palácio do Planalto, contou ainda com a presença do ministro João Roma (Cidadania), com quem o ex-prefeito ACM Neto (DEM) rompeu politicamente após o então aliado assumir a pasta federal.

Indagado se o encontro com Bolsonaro e Roma poderá abalar sua relação com Neto e prejudicar os planos do padrinho político ao Governo da Bahia em 2021, o chefe do Executivo soteropolitano evitou polemizar o tema.

“Em relação à política e eleição, estamos ainda a 16 meses das eleições. Tem muita água pra passar por debaixo dessa ponte. Fui eleito pra governar a cidade e procurar a todos, esse é o meu papel como prefeito”, respondeu.

“E contei com um conselho do prefeito ACM Neto. Ele sempre disse que eu tinha que ter a capacidade de construir as pontes, fazer interlocuções e articulações. Tenho certeza que, ao ir a Brasília buscar recursos, estou cumprindo meu papel como prefeito. Ano que vem vai chegar a eleição, vai chegar o momento da disputa e cada um vai ter suas posições”, acrescentou.

Comentários estão fechados.

Secured By miniOrange