Nome aos bois: Marivaldo Amaral é citado como político que usa prefeitura de SFC para compra de votos

0

A sessão da Câmara de Vereadores de São Francisco do Conde hoje (18) repercutiu a matéria do Candeias Noticias, onde dois vereadores citavam que um ex-secretário da cidade estaria usado a máquina para se eleger. A denúncia publicada pelo site repercutiu em toda cidade, quando os vereadores Cravinho e Sônia Batista denunciaram os fatos, mas sem citar os nomes. O impacto na cidade fez o vereador explodir na sessão e revelar os fatos.

Na sessão legislativa passada Cravinho disse que pessoas “estão tirando proveito da gestão pública ao qual nós apoiamos”. O Mistério foi desfeito hoje, quando o vereador Edgar Alves, resolveu dar nome aos bois: Marivaldo Amaral. O ex-secretário de finanças (Rilza Valentim) e de Educação (Evandro Almeida) estaria usando os programas sociais e os contratos de reda para fortalecer a sua campanha a vereador e a de prefeito de Antônio Calmon que está sendo desidratado dia após dia.

Segundo o vereador, Marivaldo é um “forasteiro” que chegou na cidade em um Ford KA baratinha. “O carro tinha várias cores. Chegou pelas mãos da família Valentim e agora usa de desmandos por conta dos cargos do REDA para se favorecer”. Segundo Edgar, uma mansão está sendo construída em uma reserva ambiental do município pertence ao ex-secretário Amaral. “O município está sendo omisso aos desmandos do forasteiro” afirmou.

Além de Marivaldo, outras pessoas estariam sendo beneficiados pelo uso da máquina. Sem citar nomes, tudo leva a crer, que o vereador se referiu ao candidato a prefeito Calmon, que já responde na justiça por improbidade e pode ser enquadrado como ficha suja e nem concorrer às eleições. Para Alves, dois vereadores com mandato farão de tudo para impedir a eleição do que ele chama de “forasteiro”.

MP deve investigar

Uma debandada teria começado a ocorrer nesta semana, quando a insegurança jurídica começou a pairar sobre a campanha de Calmon. A denúncia na Câmara deverá ser fruto de investigação do Ministério Público Eleitoral, já que o vereador Cravinho afirmou que o prefeito Evandro teria conhecimento do fato e isso poderá influenciar tanto a eleição de vereadores, quanto a de prefeito. “Apoiamos à gestão, as ações positivas da gestão, aquelas que não correspondem nós temos que realmente como fiscalizadores do povo de estar do lado do povo e chamando a atenção do povo para não se renderem aquilo que é direito, de se tornar moeda de troca” disse Cravinho.

A vereadora Sonia Batista, corroborou com a afirmação do vereador de que o prefeito Evandro já sabe do fato. “Eu não quero ser solidária a palavra de vossa excelência, eu quero ser solidária aos treze vereadores que aqui estão, e que é público e notório que algumas pessoas em nosso município vem usado o cargo para fazer campanha suja e desleal” afirmou.

Candeias Noticias

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Secured By miniOrange