Isidório diz que é discriminado pelas cúpulas dos partidos de esquerda na Bahia

0


O deputado federal Sargento Isidório, pré-candidato à prefeitura pelo Avante, disse ser discriminado pelas cúpulas dos partidos de esquerda na Bahia, em entrevista ao jornal A Tarde nesta segunda-feira (16).

Isidório afirmou que respeita “a candidatura de Bacelar, de Olívia Santana, de Lídice da Mata, de Eleusa Coronel” e tem tempo “de luta com partidos progressistas, o chamado partido de esquerda”.

“Embora as cúpulas desses partidos preguem contra a discriminação e discriminam o negro Isidório, o chamado doido Isidório. Se eu fosse doido, eu rasgava dinheiro, comia aquele bicho fedorento chamado fezes, eu dava cacetada, eu jogava pedra. Eu sofro muito preconceito, principalmente por parte da cúpula desses partidos de esquerda que eu ajudei muito”, acrescentou.

O parlamentar afirmou que não concorda com tudo que é defendido pelos partidos que compõem a base de apoio do governador Rui Costa (PT).

“Quando se fala da certa família da tradicional, eu não abro mão de algumas coisas. Então eu sou contra o aborto. […] Sou contra a questão de liberação de drogas, porque é muito fácil algum grupo lá em cima querer liberar drogas, mas por que não bota na mesa, na sua sala e não chama a família: ‘vamos drogar’. Só sabe o que é maconha, o que é droga, quem tem um filho drogado. Aí alguém diz ‘não, mas a maconha é medicamento’”, afirmou.

Fonte: Bahia.ba

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Secured By miniOrange