Rosana Martinelli assume cargo de senadora após investigação em 8/1

Por Redação
3 Min

A segunda suplente do senador Wellington Fagundes (PL-MT), Rosana Martinelli (PL-MT), tomou posse no Senado Federal nesta quarta-feira (12). Ela está sob investigação por sua suposta participação nos atos antidemocráticos de 8 de janeiro.

De acordo com o Portal UOL, ela foi acusada de enviar caminhões a Brasília após as eleições de 2022. “Não se sabia nem que ia acontecer nada em janeiro. Não tive envolvimento nenhum com o 8 de janeiro”, defendeu-se a ex-prefeita de Sinop (MT) durante seu discurso no Senado.

Sem mencionar o STF e o ministro Alexandre de Moraes, ela defendeu a anistia dos presos que invadiram os prédios dos Três Poderes. “Me solidarizo com todos aqueles que tiveram seus direitos violados e espero que essa Casa possa ajudar todos os patriotas que querem e lutaram pela liberdade”, afirmou a parlamentar ao assumir o cargo.

Ela também fez críticas ao governo Lula, alegando que tem “encontrado brechas” para obter “vantagens do agro, da indústria, do comércio e do cidadão”.

Rosana deve substituir Wellington Fagundes até 9 de outubro. O senador titular se licenciou do cargo para realizar uma cirurgia.

A nova senadora Rosana Martinelli assumiu a cadeira no Senado Federal em meio a polêmicas envolvendo sua suposta participação em atos antidemocráticos. Ela negou veementemente as acusações de envolvimento nos incidentes de 8 de janeiro, alegando que não tinha conhecimento prévio dos acontecimentos. Durante seu discurso de posse, Rosana defendeu a anistia dos manifestantes presos por invadir os prédios dos Três Poderes, expressando solidariedade aos que considera “patriotas que lutaram pela liberdade.

Além disso, a senadora fez críticas ao governo Lula, apontando supostas vantagens obtidas pelo setor agropecuário, indústria, comércio e cidadãos em geral. Seu posicionamento político parece indicar uma postura de oposição às políticas do governo atual.

Com a licença do senador Wellington Fagundes para uma cirurgia, Rosana Martinelli terá a responsabilidade de ocupar o cargo temporariamente. Sua trajetória política, marcada pela atuação como prefeita de Sinop, agora se estende ao âmbito nacional, onde terá a oportunidade de representar seu estado no Senado.

A posse da senadora Rosana Martinelli foi marcada por discursos firmes e posicionamentos políticos contundentes, sinalizando um mandato que promete ser ativo e engajado nas questões nacionais. A expectativa é de que ela exerça suas funções com responsabilidade e comprometimento durante o período em que ocupará a vaga de suplente no Senado.

Compartilhe Isso