SAO JOAO
SAO JOAO

Três secretários do Governo da Bahia e cinco da Prefeitura de Salvador saem para concorrer eleições

Por Redação
3 Min

Por meio de decretos, cinco secretários de Salvador e três do Governo da Bahia foram exonerados antes do prazo da Justiça Eleitoral para filiação partidária. O Portal G1 informou que as exonerações foram divulgadas nos diários oficiais do Estado e do Município.

De acordo com o calendário do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), os chefes das pastas tinham até a quinta-feira (6) para deixar os cargos, seis meses antes das eleições, para disputar o pleito de outubro, em que serão eleitos prefeitos, vice-prefeitos e vereadores.

Deixaram a Prefeitura de Salvador:

Ana Paula Matos (PDT) deixou o cargo de secretária de Saúde para disputar a reeleição como vice-prefeita. No lugar dela, assumiu Alexandre Reis.

Marcelle Moraes (União Brasil), vereadora licenciada, deixou o cargo de secretária de Sustentabilidade e Resiliência para disputar a reeleição na Câmara de Vereadores. No lugar dela, assumiu Ivan Euler.

Luiz Carlos (Republicanos), vereador licenciado, deixou o cargo de secretário de Infraestrutura e Obras Públicas para disputar a reeleição na Câmara de Vereadores. No lugar dele, assumiu Francisco Torreão.

Omar Gordilho (PDT) deixou o cargo de presidente da Empresa de Limpeza Urbana para disputar a eleição na Câmara de Vereadores. No lugar dele, assumiu Augusto da Silva Gomes.

Zilton Netto (PDT) deixou o cargo de diretor de Ações de Proteção e Defesa do Consumidor para disputar a eleição na Câmara de Vereadores. No lugar dele, assumiu Talita Silva Vilarinho.

Deixaram o Governo da Bahia:

Adélia Pinheiro (PT) deixou o cargo de secretária de Educação para disputar a eleição na Prefeitura de Ilhéus. No lugar dela, assumiu Rowenna Brito.

Luís Caetano (PT) deixou o cargo de secretário de Relações Institucionais para disputar a eleição na Prefeitura de Camaçari. No lugar dele, assumiu Jonival Lucas.

Fabya Reis (PT) deixou o cargo de secretária de Assistência e Desenvolvimento para disputar a eleição como vice-prefeita de Salvador. Ainda não foi definido quem assumirá a pasta no lugar dela.

Também, o diretor da Companhia Baiana de Pesquisa Mineral (CBPM), vereador Henrique Carballal (PDT) deixou o cargo para coordenar a campanha do pré-candidato Geraldo Júnior (MDB) a prefeito de Salvador.

Compartilhe Isso
- Advertisement -