Wagner defende Lula e Jerônimo contra críticas de ACM Neto; ex-prefeito acusa senador de autoritarismo.

Por Redação
2 Min

O senador Jaques Wagner (PT-BA) concedeu uma entrevista à rádio Metrópole FM nesta sexta-feira (17) e afirmou que ACM Neto (União-BA) se “desqualifica” ao criticar os governos do presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e do governador Jerônimo Rodrigues (PT).

Durante a entrevista, Wagner criticou as declarações de ACM Neto sobre o governo Lula, afirmando que o ex-prefeito está adotando práticas políticas ultrapassadas. Ele destacou que a Bahia não deseja mais esse tipo de postura e que a mudança na relação com a imprensa, prefeitos, classe política e o povo é evidente.

Ao comentar as críticas de ACM Neto a Jerônimo Rodrigues, Wagner ressaltou que o ex-prefeito está se desqualificando ao atacar o governador, já que foi derrotado por ele nas eleições. O senador também questionou a relação do União Brasil com o governo Lula, mencionando os três ministros do partido e o candidato à presidência da Câmara dos Deputados que busca apoio do governo federal.

Em resposta às críticas de Wagner, ACM Neto divulgou uma nota à imprensa reafirmando seu compromisso com a democracia e seu papel como oposição. O ex-prefeito ressaltou que, apesar das divergências políticas com Wagner, sempre o considerou um defensor da democracia. Ele enfatizou que não será intimidado em sua missão de representar os insatisfeitos com a gestão de Jerônimo Rodrigues e que continuará sendo a voz de parte dos baianos que estão descontentes com o governo estadual.

Neto declarou que não se deixará abater em sua função de fazer oposição ao governo e que não permitirá que tentem silenciá-lo. Ele enfatizou que sua postura é legítima e necessária para representar aqueles que estão insatisfeitos com a atual administração estadual.

Compartilhe Isso
- Advertisement -