Jogador amador é morto a tiros ao entrar por engano em favela rival

0

Um jogador amador, de 24 anos, foi morto a tiros, na madrugada de sábado (21), após entrar por engano em uma área dominada por uma facção rival daquela que comanda o bairro onde ele morava. Fabrício dos Santos Silva, conhecido como Salah, foi assassinado no Morro da Cruz, na Tijuca, no Rio de Janeiro.

Em entrevista ao jornal O Dia, familiares do jovem disseram que ele estava em um bar, bebendo na companhia de dois amigos, quando soube de uma festa no Morro do Borel. Os três pegaram um uber em direção ao evento, mas acabaram desembarcando no lugar errado.

Ao saber que estavam em um morro rival, os dois amigos do jogador saíram correndo, mas Fabrício permaneceu no local e pediu ajuda a uma moradora. A mulher, ainda de acordo com a família dele, pediu para que a vítima mantivesse a calma e que o ajudaria dando abrigo.

Um jogador amador, de 24 anos, foi morto a tiros, na madrugada de sábado (21), após entrar por engano em uma área dominada por uma facção rival daquela que comanda o bairro onde ele morava. Fabrício dos Santos Silva, conhecido como Salah, foi assassinado no Morro da Cruz, na Tijuca, no Rio de Janeiro.

Em entrevista ao jornal O Dia, familiares do jovem disseram que ele estava em um bar, bebendo na companhia de dois amigos, quando soube de uma festa no Morro do Borel. Os três pegaram um uber em direção ao evento, mas acabaram desembarcando no lugar errado.

Ao saber que estavam em um morro rival, os dois amigos do jogador saíram correndo, mas Fabrício permaneceu no local e pediu ajuda a uma moradora. A mulher, ainda de acordo com a família dele, pediu para que a vítima mantivesse a calma e que o ajudaria dando abrigo.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.