Roubos a coletivos têm queda de 39% na capital baiana

0


Os roubos em coletivos tiveram uma redução de quase 39%, no mês de janeiro de 2022, quando comparado com o mesmo período de 2021. Durante os 31 dias foram contabilizados 66 casos contra 108 registrados no ano anterior. Em números absolutos foram 42 ocorrências a menos.

Ações ostensivas, preventivas e de investigação promovidas pela Operação Gêmeos, por unidades territoriais da Polícia Militar e pelo Grupo Especial de Repressão a Roubos em Coletivos (Gercc) da Polícia Civil também alcançaram criminosos, apreenderam armas de fogo, simulacros e recuperaram itens roubados de passageiros.

Segundo o major Valnei Azevedo Silva, comandante da especializada da PM, o resultado é fruto do aperfeiçoamento de processos existentes, acompanhamento mais próximo das ocorrências, fortalecimento da inteligência policial e motivação do efetivo. “O acompanhamento da mancha criminal acontece diariamente através de um programa desenvolvido pela unidade para monitorar as ocorrências. Também estamos aperfeiçoando os processos para reforçar o policiamento e promover a aproximação com outras unidades e com a sociedade”, explicou o oficial.

A delegada Carla Ramos, integrante do Gerrc, revelou que a unidade intensificou as operações com base na mancha criminal, em horários e locais onde os índices estavam maiores. “Também estamos representando pelas prisões preventivas em todo o flagrante que realizamos. Isso fez com que realmente reduzissem os números”, explicou a policial civil.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.