Suposta pivô de mortes no Paraguai vive à sombra do poder e do luxo

0

Mirna Keldryn Romero, de 22 anos, se define como “blindada, amada e mimada” em suas redes sociais. O mundo da web da jovem paraguaia proporciona um passeio pela vida de famílias ricas e poderosas de Pedro Juan Caballero, capital do Departamento de Amambay.

Mirna aparece na história por vias tortuosas. A filha do secretário foi encontrada em uma cela da penitenciária regional de Pedro Juan Caballero, durante uma inspeção de policiais. Ela fazia companhia para Faustino Román Aguayo Cabanãs, um criminoso acusado de traficar três toneladas de drogas, num espaço dentro da prisão com televisão, cama box e até armários embutidos. Para os investigadores, ele pode ter dado ordem de matar Bebeto por ciúmes, porque ele já teria sido namorado de Mirna.

Em suas redes sociais, ela posta fotos com a família e ao lado da irmã que costuma participar de concursos de miss. Além disso, ela gosta de mostrar cerimônias majestosas, como a do próprio casamento, que aconteceu em 2019.

Ela também gosta de aparecer super produzida ou de biquíni à beira da piscina. Mirna é filha de Oscar Romero, atual secretário de Salubridade e Higiene da cidade.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.