Suspeita de assassinar namorados é condenada a 21 anos de prisão na Bahia

0
Foto: Divulgação/Polícia Civil)

A mulher acusada de matar dois namorados envenenados foi condenada a 21 anos de prisão, na terça-feira (31), após passar pelo júri popular no Fórum de Itabuna. Wane Brenda Oliveira, mais conhecida como “Viúva Negra”, teria cometido os crimes em um período de oito meses, por não aceitar o fim dos relacionamentos.

A apuração aponta que, ao descobrir que as vítimas tinham a intenção de deixá-la, Wane utilizou chumbinho para ceifar suas vidas. Ela está presa pelos homicídios há quatro anos e sua defesa nega os crimes, recorrendo da condenação de ontem, referente à morte de Edvaldo Araújo Alves, primeira vítima.

Wane Brenda chegou a socorrer o homem para uma unidade hospitalar, mas ele evoluiu a óbito, em abril de 2017. A versão da moça referente a um infarto fulminante não convenceu a família da vítima. O corpo foi exumado e descobriu-se o envenenamento.

Meses após a morte de Edvaldo, a suspeita estava de namorado novo, Evandro Bonfim de Souza. Ele se sentiu mal depois de ingerir um medicamento dado pela parceira, também sendo socorrido por ela ao hospital. Quando o homem deveria receber alta médica, Wane Brenda foi vê-lo novamente. Por coincidência ou não, seu estado piorou e foi constatada a morte cerebral.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.