Terrorista “Luan Israel” morto e “Léo Feio” preso após toque de recolher

0

 

Em dois dias, as Polícias Militar e Civil deram “baques” na facção que atua no bairro da Fazenda Grande do Retiro, em Salvador. Entre segunda e terça-feira (8 e 9/8), em ações distintas, o líder do Bonde do Maluco na região conhecida como Nó de Paus foi morto e o Quartel General que guardava as armas do grupo acabou desarticulado.

“Luan Velho” foi localizado na segunda pela Companhia Independente de Policiamento Tático (CIPT/Rondesp BTS). De acordo com o comandante da unidade, tenente coronel Roberto Araújo, o criminoso atacou as guarnições a tiros.

“A gente vem intensificando o policiamento nestas áreas. Essa operação já vem sendo coordenada pelo Comando de Policiamento Regional BTS e nós fazemos o mapeamento diário. Durante o policiamento, a viatura bateu de frente com o grupo armado e, na frente dele, estava o Luan. Quando eles viram a guarnição, atiraram. Houve a progressão e vimos ele baleado”. O líder do BDM foi socorrido, mas não resistiu.

Horas após confirmada a morte em uma unidade de saúde, um suposto toque de recolher foi disseminado na área, o que fez a Polícia Civil, por meio da 4ª Delegacia Territorial (DT/São Caetano), começar as investigações para tentar achar o homem que disseminou o terror. Ele foi localizado na terça-feira.

“Fomos a campo e descobrimos que um homem estaria armazenando farta quantidade de entorpecentes e diversos tipos de armamentos e munições em uma casa usada como ponto de tráfico”, disse o titular da 4ª DT, Marcos Tebaldi.

Os policias localizaram o investigado, apelidado de “Léo Feio”, na Travessa da Providência. “Fizemos a abordagem e na revista pessoal encontramos 92 pinos de cocaína. Em ato contínuo, nos deslocamos para a residência apontada por ele e localizamos o armamento”, explicou o delegado.

 

Na casa foram encontrados duas submetralhadoras e uma pistola Glock, dois carregadores de pistola, oito munições calibre 30, 10 munições calibre 380, 44 munições para calibre nove milímetros, 31 munições para .40, uma balança, uma quantidade de maconha e caderno com anotações do tráfico. O preso já acumula passagens por tráfico.

O comandante da Rondesp BTS sustentou que o policiamento segue reforçado no bairro. Segundo ele, “Luan Velho” era considerado perigoso. “Um dos líderes do tráfico e puxava os ‘bondes’, tocando o terror na Fazenda Grande. Ele já estava sendo procurado suspeito de diversos homicídios. Além disso, ele ostentava armas de fogo nas redes sociais”, complementou o oficial.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.