Miliciano suspeito de possuir participação na morte de Marielle Franco é preso na Paraíba

0
Foto: Reprodução

Mais um homem suspeito de envolvimento na morte de Marielle Franco e do motorista dela, Anderson Gomes, foi preso nesta quarta-feira (28/7) na Paraíba. Almir Rogério Gomes da Silva foi encontrado na companhia de um outro homem, que não teve a identidade revelada, no município de Queimadas, a cerca de 140 km de João Pessoa.

Segundo a polícia, Almir seria integrante da milícia da Gardênia Azul e do Morro do Tirol, no Rio de Janeiro, que é comandada pela viúva do capitão Adriano Magalhães da Nóbrega, morto no interior da Bahia meses depois do crime contra Marielle.

Almir era ainda alvo de uma denúncia do Ministério Público Fluminense por participação no homicídio de Eliezio Victor dos Santos Lima, ocorrido em outubro de 2018. As autoridades judiciárias do Rio de Janeiro já foram informadas das prisões e confirmaram a periculosidade de Almir. Ele será levado para o estado do Rio sob forte escolta policial.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.