Dr. Jairinho é indiciado por tortura contra filha de ex-namorada

0
Foto: Reprodução

Segundo o jornal ‘O Globo’, o vereador Dr. Jairinho foi indiciado pelo crime de tortura majorada contra a filha de uma ex-namorada. As agressões foram relatadas pela mãe e a avó da criança ao delegado Henrique Damasceno, titular da 16ª DP, durante o inquérito que apura a morte de Henry Borel Medeiros, de 4 anos.

“Ele agia de forma clandestina e sem testemunhas. Essa criança confirmou as agressões do indiciado. Além das provas e dos depoimentos, outras provas testemunhais, todas as versões do Jairinho, feito no dia da prisão, foram derrubadas. Em determinado momento ele diz que não estava com a criança, mas as provas demonstram o contrário”, diz França.

A menina, ouvida na Delegacia da Criança e Adolescente Vítima (DCAV), confirmou as violências, e um pedido de prisão preventiva foi feito contra o parlamentar, investigado por agredir três crianças. A pena por esse crime pode chegar a oito anos.

A criança é filha de uma cabeleireira que conheceu Jairinho em 2010 e manteve relacionamento com ele até 2014, chegando a ficar noiva do médico. Atualmente com 13 anos, a menina disse que teve a cabeça contra a parede do box de um banheiro por parte do então padrasto. Ela também afirmou que chegou inclusive a ser pisada por Jairinho no fundo de uma piscina para que não conseguisse emergir e respirar.

A avó da criança, que também prestou depoimento, relatou que, ao questionar o vereador sobre um machucado na testa da menina, ele respondeu que o ferimento foi provocado por uma batida no console do carro após uma freada brusca durante a ida a um shopping.

Ao ser preso em 8 de abril, pela morte de Henry, Jairinho prestou depoimento ao delegado titular da DCAV, ocasião em na qual negou as acusações. Ele disse que tinha uma relação amistosa com à filha da cabeleireira, e que não mantinha com ela “grau de intimidade” ao negar que tenha saído sozinho com a criança ou a levado até uma piscina.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Secured By miniOrange