Acompanhe as últimas notícias da Cidade de Candeias na Bahia com credibilidade na informação sobre política, esportes e ações policias da região.

Após ouvir que ‘era feio’, homem mata mulher a tiros dentro de casa de prostituição

Foto: Facebook / Reprodução

Um mulher foi morta a tiros dentro de uma casa de prostituição nesta terça-feira (5), em Colniza, no Mato Grosso. A vítima foi identificada como Jessica Payerl Antunes, de 23 anos. Ela trabalhava no local e foi encontrada ferida por tiros em cima de uma mesa e morreu em seguida.

De acordo com o G1, um homem foi identificado como suposto autor dos disparos. Não há informações sobre o motivo do crime. Um homem chegou ao local em uma motocicleta, de cor vermelha, fez os disparos e fugiu.

Os policiais foram chamados por testemunhas. Uma ambulância do Serviço Móvel de Urgência (Samu) foi ao local, mas a vítima já havia morrido. A Polícia Civil foi chamada e o corpo foi liberado ao Instituto Médico Legal (IML).

Ainda segundo a polícia, uma testemunha relatou que estava em companhia da vítima e outra pessoa, ambas sentadas em cima da mesa, conversando, quando chegou um homem na motocicleta. Sem tirar o capacete, o homem caminhou em direção a elas e teria dito ‘eu sou feio’. Em seguida ele sacou a arma e atirou contra a vitima.

A mulher foi atingida por três tiros, sendo um em cada braço e um no queixo. O dono do estabelecimento informou que no momento dos disparos estava no local e que não teria visto o suspeito, apenas teria ouvido os disparos. Até o momento ninguém foi preso e o caso será investigado pela Polícia Civil.

  1. Moyses Azevedo Silva
    Moyses Azevedo Silva Diz

    Tem coisas que fica dificil entender…

  2. Lena Costa
    Lena Costa Diz

    Jeferson Rocha kkkkkkk

  3. Adriana Cibele Silva
    Adriana Cibele Silva Diz

    Nada justifica tirar a vida de uma outra pessoa. Espero que seja feita a justiça.

  4. Henrique Wolf
    Henrique Wolf Diz

    Seu ex é feio… Se ela estar aí para oferecer um “serviço”não há de que desdenha de clientes A, ou B… porém nada justifica tamanha barbaridade.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.