SAO JOAO
SAO JOAO

Operação conjunta combate organização criminosa no interior

Por Redação
3 Min

Com o objetivo de cumprir dezenas de mandados de prisão e de busca e apreensão de integrantes de uma organização criminosa com atuação no interior da Bahia e Região Metropolitana de Salvador (RMS), a Polícia Civil deflagrou, nesta quinta-feira (23), a Operação Premium Mandatum, que acontece em 15 cidades baianas e no sistema prisional, e tem atuação de cinco promotores de Justiça e 27 agentes do Gaeco, entre servidores e militares, e 200 policiais civis.

A ação é integrada com o Ministério Público da Bahia (MPBA), por meio do Grupo de Combate às Organizações Criminosas e Investigações Criminais do Norte (Gaeco Norte), e conta com o apoio do Grupo Especial de Execução Penal (Gaep) do MP, Secretaria de Administração Penitenciária e Ressocialização (Seap) e da Polícia Militar.

As investigações tiveram início após a prisão de um suspeito, no ano de 2021, na cidade de Senhor do Bonfim. Apontado como uma das lideranças do tráfico de drogas na região Norte da Bahia, o homem ordenava crimes de dentro do presídio.

As investigações identificaram o modus operandi da organização criminosa, os líderes do grupo na Bahia e como era desenvolvido o tráfico de entorpecentes dentro e fora dos presídios. Os alvos da operação são investigados pelos crimes de tráfico, associação para o tráfico, organização criminosa, homicídios e comércio ilegal de armas de fogo.

Na manhã desta quinta-feira, a Polícia Civil deflagrou a Operação Premium Mandatum com o objetivo de cumprir dezenas de mandados de prisão e de busca e apreensão de integrantes de uma organização criminosa atuante no interior da Bahia e Região Metropolitana de Salvador (RMS). A ação, que ocorre em 15 cidades baianas e no sistema prisional, conta com a participação de cinco promotores de Justiça, 27 agentes do Gaeco e 200 policiais civis.

A operação, integrada com o Ministério Público da Bahia, é resultado de investigações que tiveram início após a prisão de um suspeito em 2021, na cidade de Senhor do Bonfim. O indivíduo, apontado como uma das lideranças do tráfico de drogas na região Norte da Bahia, estava dando ordens de dentro do presídio.

As investigações revelaram o funcionamento da organização criminosa, identificaram os líderes do grupo na Bahia e como o tráfico de entorpecentes era realizado dentro e fora dos presídios. Os alvos da operação estão sendo investigados por crimes como tráfico, associação para o tráfico, organização criminosa, homicídios e comércio ilegal de armas de fogo.

Compartilhe Isso
- Advertisement -