Vereador acusado de ser mandante de assassinato é preso após sessão

Por Redação
2 Min
Sandro será apresentado pela polícia nesta quarta
Sandro será apresentado pela polícia nesta quarta

Sandro Valença da Silva deixava a Câmara Municipal quando foi preso

Um vereador de São Francisco do Conde, a 67 km de Salvador, foi preso na tarde desta terça-feira (5) acusado de ser mandante de um assassinato. Sandro Valença da Silva, 42 anos, deixava a sessão na Câmara Municipal quando foi preso em cumprimento ao mandado de prisão expedido pela juíza Márcia Vieira Melgaço.

Continua depois da Promoção

Márcio Vitor Moreira Dos Anjos, segurança do vereador, também foi preso. De acordo com o delegado Bruno Oliveira, titular da delegacia local, ele é apontado como um dos executores do crime.

Mesaque dos Santos Celestino foi torturado e morto em 23 de fevereiro de 2012. O corpo foi encontrado carbonizado seis dias depois em São Sebastião do Passé.

“Mesaque teria furtado caixas de som do vereador. Os quatro homens que faziam a segurança do vereador torturaram (a vítima) para ele dizer onde estavam as caixas”, explica o delegado. O corpo foi identificado como sendo de Mesaque por meio de exame de DNA.

Continua depois da Promoção

Outros três suspeitos também tiveram a prisão decretada e estão foragidos. Sandro será encaminhado para a Polinter, em Salvador, e apresentado na sede da Polícia Civil, na Praça da Piedade, nesta quarta-feira (6).

Márcio Vitor permanecerá na carceragem da delegacia de São Francisco do Conde à disposição da Justiça. De acordo com o delegado, Mesaque tinha passagens pela polícia por roubo.

Correio

Compartilhe Isso
- Advertisement -