UFC 156: Aldo mantém cinturão, Minotouro vence e Pezão massacra Overeem

Por Redação
3 Min
ufc-156-aldo-edgar-size-598
Todos os brasileiros do card principal venceram suas lutas

Se a torcida brasileira invadiu Las Vegas para acompanhar o UFC 156, na madrugada de sábado para este domingo, os lutadores brasileiros invadiram e dominaram o octógono. Principal luta da noite, José Aldo venceu Frank Edgar por decisão unâmine e manteve o cinturão dos pesos-pena da categoria. Aldo foi absoluto nos cinco rounds e não deu chances ao americano de impor seu jogo.

Continua depois da Promoção

“Eu sabia que o Edgar é um grande lutador. Para vencê-lo, tinha que trabalhar round a round. Quero deixar um grande beijo aos brasileiros. Quero dedicar essa vitória ao povo de Santa Maria pelo acidente que aconteceu lá. Espero que a vitória conforte um pouco vocês”, disse José Aldo, que defendeu o cinturão pela quarta vez no UFC.

Pezão x Overeem
Mas o grande resultado da noite foi a luta entre o holandês Alistair Overeem e o paraibano Antonio Pezão. Retornando ao UFC após um ano de suspensão por doping, Overeem dava a entender que voltaria com tudo no objetivo de conquistar o título dos pesos-pesados. Falastrão e provocador ele não resistiu no entanto ao brasileiro. Depois de perder os dois primeiros rounds, Pezão acertou o braço e também o rosto do rival, que beijou a lona no terceiro round.

Após o nocaute, Pezão precisou ser contido pelo árbitro da luta para se afastar de Overeem, caído. Isso porque o brasileiro não gostou das declarações e provocações do holandês de que venceria a luta com facilidade. “Luta se vence dentro do octógono, não fora. Mas acredito muito nos meus técnicos”, vibrou o paraibano.

Continua depois da Promoção

No co-evento principal, o baiano Rogério Minotouro passou por Rashad Evans, ex-campeão da categoria meio-pesado, por decisão unânime. Como vem numa crescente no UFC, aumentam as chances do brasileiro lutar pelo título da categoria, que hoje pertence ao americano Jon Jones – antes desta possível luta, Jon Jones enfrenta Chael Sonnen na final de nova edição do TUF, nos EUA. Ainda no card principal, o brasileiro Demian Maia não deu chances ao mericano John Fitch. Num plano de jogo eficiente, Maia anulou as principais armas do adversário e também venceu por pontos.

Compartilhe Isso
- Advertisement -