Acusado de sequestro e estupro de promotora é condenado pela Justiça

Por Redação
2 Min

A Justiça condenou Bruno Souza dos Santos, 21 anos, a 26 anos de prisão pelo sequestro de uma juíza e de uma promotora no bairro da Pituba, em novembro do ano passado. Na ocasião, a promotora também foi estuprada.

Continua depois da Promoção

casojuizapromotora_apresentacao_bocaonews_gilbertjunior
O julgamento ocorreu na última sexta-feira (8) e a decisão judicial deve ser publicada no Diário Oficial da Justiça da Bahia até esta quarta-feira, segundo a assessoria de comunicação do Tribunal de Justiça.

Bruno foi considerado culpado pelos crimes de extorsão e estupro e deverá cumprir a pena a princípio em regime fechado, conforme a sentença da juíza Sílvia Lúcia Bonifácio Andrade Carvalho, da 6ª Vara Criminal de Salvador.

Bruno foi preso poucos dias após o crime, na localidade da Boa Vista de São Caetano, após uma troca de tiros com a polícia. Dois adolescentes, de 15 e 16 anos, também foram apreendidos e cumprem atividades socioeducativas.

O crime

A promotora e a juíza foram abordadas quando se preparavam para entrar em um bar na rua Amazonas, na noite do dia 15 de novembro de 2012. Três pessoas forçaram as duas a voltar para o carro e as levaram com eles. De acordo com a Polícia Civil, os assaltantes circularam pelas ruas com as duas vítimas por algumas horas, quando então liberaram a juíza.

Continua depois da Promoção

casojuizapromotora_apresentacao_bocaonews_gilbertjunior2

Os ladrões usaram os cartões de crédito das vítimas para fazer compras. Eles permaneceram com a promotora no veículo e só a liberaram na madrugada do outro dia – muito ferida, espancada e depois de ser estuprada.

A promotora atuava em uma comarca do interior. Já a juíza trabalhava em outro estado do Nordeste.

Correio24

Compartilhe Isso
- Advertisement -