Comandante-geral da Polícia Militar é assaltado na Orla de Salvador

Por Redação
2 Min
Alfredo Castro estava caminhando na Orla falando ao celular quando um ladrão se aproximou e levou o aparelho telefônico | FOTO: Reprodução |
Alfredo Castro estava caminhando na Orla falando ao celular quando um ladrão se aproximou e levou o aparelho telefônico | FOTO: Reprodução |

O coronel Alfredo Castro, comandante da Polícia Militar da Bahia, foi assaltado na tarde desta quarta-feira (6) na Orla da Boca do Rio, em Salvador. De acordo com informações, Castro estava caminhando na Orla falando ao celular quando um ladrão se aproximou e levou o aparelho telefônico – o suspeito estaria de bicicleta. A 39ª Companhia Independente de Polícia Militar (Boca do Rio), que atua na região, não quis comentar o caso nem confirmou se alguém foi preso por conta do assalto e se buscas são feitas.

Continua depois da Promoção

PM detalha assalto
Em entrevista ao programa Se Liga Bocão, da rádio Itapoan FM, na noite desta quarta (6), o coronel Gilson Santiago, diretor do departamento de comunicação da Polícia Militar da Bahia, confirmou o assalto ao comandante Alfredo Castro. De acordo com ele, o comandante caminhava sozinho na orla e falava ao celular.

“Um meliante de bicicleta passou e levou o celular, saindo normalmente. Mas ele está tranquilo, não houve problema maior”. O coronel ainda garantiu que o meliante não estava armado. Santiago não soube especificar quantos agentes fazem o policiamento da área, mas que um descuido pode acontecer. “Temos um policiamento permanente, pois nosso objetivo é a segurança da população, mas um descuido pode acontecer”.

Para o diretor, a falta de segurança não é exclusividade do estado da Bahia. “A situação assusta a qualquer um, realmente, mas estamos sujeitos a essa situação. Não é algo exclusivo da Bahia, mas não é algo que altere a nossa rotina e que agrave a preocupação da população”. Com informações do site Bocão News.

Continua depois da Promoção

 

Compartilhe Isso
- Advertisement -