Vitória segue em busca de uma vaga na Copa Libertadores

Por Redação
3 Min
Restam seis jogos, 18 pontos em jogo e o Leão está a cinco do 4º lugar, Botafogo. Por isso, nada de achar que acabou a luta | FOTO: Reprodução/Correio |
Restam seis jogos, 18 pontos em jogo e o Leão está a cinco do 4º lugar, Botafogo. Por isso, nada de achar que acabou a luta | FOTO: Reprodução/Correio |

Está tudo em aberto. Um empate difícil de engolir em casa, mas a realidade da tabela ainda coloca o Vitória vivo na briga pela vaga na Libertadores. Excesso de otimismo até que não se encaixa perfeitamente após o 1×1 com o Corinthians, em pleno Barradão lotado. Por outro lado, o pontinho conquistado está longe de significar uma tragédia. Restam seis jogos, 18 pontos em jogo e o Leão está a cinco do 4º lugar, Botafogo. Diferente do resultado na Toca, dois confrontos de interesse rubro-negro na rodada foram favoráveis. Além do Bahia não permitir o desgarrar do Grêmio, no Serra Dourada, houve outro bom resultado. Apesar de chegar aos 52 pontos, o Goiás venceu o Botafogo por 1×0 e segurou o time carioca. Por isso, nada de achar que acabou a luta.

 

“Foi um resultado que a gente lamenta, mas, em relação à força do adversário, a gente avalia que ainda está em condição de trabalhar no G-4. Temos até a ultima rodada pra conseguir nosso objetivo. Mesmo frustrado com o empate, tem que voltar concentrado na terça. É o quinto jogo consecutivo com a equipe somando ponto. A gente ainda tem condições de brigar pela vaga na Libertadores”, afirmou o técnico Ney Franco. O retrospecto computa os triunfos sobre Coritiba, Botafogo e Fluminense, além dos empates com Portuguesa e Corinthians, que chegou ao 15° empate nesta Série A, recorde do Brasileiro na era dos pontos corridos. Já Grêmio e Botafogo, hoje principais alvos do Vitória, não vivem lá grandes momentos. Das últimas cinco, o Grêmio, por exemplo, só venceu uma. O Botafogo, duas.

Apesar do empate, o Vitória consegue a sua segunda melhor sequência invicta no Brasileirão, realizada no início deste segundo turno, quando ficou sete partidas sem perder (quatro vitórias e três empates), entre a 19ª e a 25ª rodada. Pra chegar à América, o grupo terá que superar a marca. Restam três jogos no Barradão e mais quatro fora, a começar pelo confronto contra a Ponte Preta, domingo, em Campinas. Depois, Cruzeiro, Santos e Flamengo em casa e Criciúma e Atlético-MG fora. Portanto, é seguir com fé. Dá pra chegar. As informações foram extraídas do Correio 24h.

 

Compartilhe Isso
- Advertisement -