Dia Nacional do Boxe é aprovado na Comissão de Cultura da Câmara Federal

Por Redação
2 Min
Estiveram presentes na audiência os atletas, medalhistas olímpicos do boxe em 2012, Esquiva Falcão – prata, Yamaguchi Falcão – bronze, e a baiana Adriana Araújo – bronze | FOTO: Divulgação/Assessoria |
Estiveram presentes na audiência os atletas, medalhistas olímpicos do boxe em 2012, Esquiva Falcão – prata, Yamaguchi Falcão – bronze, e a baiana Adriana Araújo – bronze | FOTO: Divulgação/Assessoria |

A Comissão de Cultura da Câmara dos Deputados aprovou por unanimidade, nesta quarta-feira (23), o Projeto de Lei 5276/2013, do deputado Acelino Popó (PRB/BA) que instituiu o Dia Nacional do Boxe, a ser celebrado anualmente no dia 26 de março. De acordo com o parlamentar, a proposta vai contribuir para a divulgação e a democratização do esporte no país. “Quando divulgamos a modalidade desportiva do boxe, promovemos as potencialidades desse esporte no enfrentamento das questões de exclusão e vulnerabilidade social e também evidenciamos as dificuldades e os desafios que devem ser superados para o aperfeiçoamento das condições de segurança em sua prática e profissionalização”, explicou.

Estiveram presentes na audiência pública que debateu o tema, os atletas, medalhistas olímpicos do boxe, em 2012, Esquiva Falcão – prata, Yamaguchi Falcão -bronze, e a baiana Adriana Araújo – bronze. O atleta Servílio de Oliveira, primeiro atleta de boxe a ganhar uma medalha olímpica ao Brasil, também prestigiou o evento. Popó informou que a instituição do dia 26 de março é uma homenagem ao famoso e talentoso pugilista brasileiro Eder Jofre, que nasceu nessa data. O atleta foi considerado pela revista The Ring, reconhecida publicação americana que cobre o boxe, como o melhor pugilista da década de sessenta, superando nessa época Muhammad Ali, e o nono de todos os tempos. A matéria será analisada, agora, pela Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania (CCJC).

 

Compartilhe Isso
- Advertisement -