Mãe e filha morrem depois de passar por 2 hospitais

Por Redação
3 Min

O enterro da mãe-adolescente vai ser na tarde desta terça-feira (17)

Lara AmorimLara Amorim, 17, viveu os últimos dias da vida penando na estrada a caminho dos hospitais da Região: Ouro Negro (Candeias) e Célia Almeida (São Francisco do Conde). Grávida, a adolescente vinha sofrendo complicações no período da gestação com falta do líquido amniótico, dores nos rins devido à tosse constante.

A mãe, D. Kátia Amorim, falou com exclusividade à Rádio Baiana FM (89,3), detalhando a maratona de atendimento nos hospitais, incluindo o último, Roberto Santos, em Salvador. “Estava levando ela para o médico quase todos os dias e, lá no Ouro Negro eles sempre passavam xarope. Uma médica que não me recordo o nome, reclamou porque ela tinha feito apenas uma ultrassom. Eu pedi para ela fazer, mas a médica disse que ali não fazia e que eu deveria pagar”, relatou.

Kátia Amorim. mãe da adolescente

D. Katia continuou relatando a maratona pela sobrevivência da filha e da neta. “Levei para São Francisco do Conde na esperança que o atendimento pudesse ser melhor. Para minha surpresa, ela foi consultada pelo mesmo médico do Ouro Negro. Ele disse que já tinha atendido a paciência em Candeias e indagou o motivo de eu ter levado ela para São Francisco, sendo de Candeias. Ele voltou a passar xarope e mandou minha filha para casa”.

“Na última sexta-feira (13), ela acordou gritando por estar sentindo dores, já dentro do banheiro. Lara foi levada novamente para o Hospital Ouro Negro e, outro médico percebeu a gravidade do problema da minha filha. Ela segurou minha mão e disse que não sentia mais o bebê mexer, acreditando que já estava morta. Mesmo assim, o médico demorou a autorizar a transferência para o Roberto Santos. Saímos para Salvador somente por volta das 03h30 da manhã de sábado. Os médicos tentaram salvar o bebê, mas já era tarde. Tinha morrido dentro da barriga. Nesse momento, o quadro dela se agravou. Não resistiu as dores e acabou morrendo também”, encerrou chorando.
Dona Kátia sepultou o neto no último domingo e o enterro da filha está marcado para tarde desta terça-feira (17). Tentamos entrevistar o Secretário de Saúde do Município de Candeias, Drº Eduardo Andrade, mas o mesmo informou que estava em Salvador e, não poderia falar.Por BaianaFM
Compartilhe Isso
- Advertisement -