Carreta carregada de combustível tomba em BA 523 no Massuim, distrito de Candeias

Por Redação
3 Min
A carreta saiu do posto da TEMAT por volta das 07h40 com destino ao município de Luis Eduardo Magalhães
A carreta saiu do posto da TEMAT por volta das 07h40 com destino ao município de Luis Eduardo Magalhães

Uma carreta bi-trem de placa JOQ 9924 que transportava 50 mil litros de combustível, sendo metade de Óleo Diesel e metade gasolina da Refinaria Landulpho Alves – RLAN- (São Francisco do Conde), virou na manhã desta terça-feira (20), na BA 523, localidade do Massuim, distrito de Candeias. Segundo informações de populares, a carreta estava bastante carregada e o motorista perdeu o ponto da curva que dá acesso ao município de São Sebastião do Passé e, acabou tombando na pista.

Continua depois da Promoção

Algumas pessoas se arriscaram em pegar combustível, mas agentes da 10ª Companhia Independente da Polícia Militar chegaram ao local e isolaram a área, evitando o saque. O Secretário de Meio Ambiente de Candeias, Acassio Ferreira, também esteve no local para ajudar no que fosse preciso. “Convocamos a Policia Militar e também o Corpo de Bombeiros para dá segurança aos moradores dos condomínios”, preveniu Acassio.

Segundo o cabo Fortunato da brigada do corpo de Bombeiro de Simões Filho, a equipe usou o LGE (Liquido espumante misturado com água), para fazer o processo de abafamento. “A quantidade de combustível derramado foi muito grande, mas conseguimos isolar o perigo e fazer o rebombeamento do combustível para outro veículo”, explicou Fortunato.

O motorista Luis Alberto que conduzia o veículo sofreu pequenas escoriações e foi encaminhado para o Hospital Ouro Negro, em Candeias. Segundo ele, um buraco no meio da BA causou o acidente. A carreta saiu do posto da TEMAT por volta das 07h40 com destino ao município de Luis Eduardo Magalhães. O motorista passa bem.

Continua depois da Promoção

Contraversão

O motorista Antonio Valeriano Coelho da Transbahia, que chegou para socorrer o colega de trabalho momentos depois do acidente, informou a nossa equipe que o combustível não vazou na hora do tombamento, mas que a população abriu a compartimento na tentativa de saquear o veículo. “Veio gente com latas, garrafas, vasilhames para pegar o combustível. Por isso essa quantidade toda de gasolina derramada”, contou.

Pela análise de agentes do corpo de bombeiros, caso houvesse uma explosão, o condomínio e o hospital teriam sido atingidos pela proporção de material inflamável transportada pela carreta.

Uilson Victor/BaianaFm

Compartilhe Isso
- Advertisement -