Bahia vence Luv, mas se despede da Copa do Brasil

Por Redação
6 Min
Bahia vence Luv, mas se despede da Copa do Brasil
Eduardo Martins | Ag. A TARDE

A expressiva maioria da torcida tricolor que costuma ir aos jogos do Bahia aderiu ao protesto "Público Zero" na noite desta quarta-feira, 15, e acompanhou de longe o insuficiente 1 a 0 com o qual o time baiano venceu o Luverdense. Como havia perdido por 2 a 0 na semana passada, o tricolor acabou eliminado da Copa do Brasil.

Continua depois da Promoção

Nitidamente sem inspiração e mais uma vez escalado com um meio campo pouco produtivo, o tricolor sentiu o mau momento que vive e, bem marcado pelo time mato-grossense, pouco assustou o seu adversário no primeiro tempo.

Na segunda etapa, com a entrada de Marquinhos Gabriel, o time comandado por Eduardo Barroca ganhou maior fôlego e chegou a pressionar o Luv, mas conseguiu balançar as redes do goleiro Gabriel uma única vez: gol de Rafael Donato, na típica jogada de bola aérea tricolor.

Agora o Esquadrão volta as suas atenções para a decisão do Campeonato Baiano, onde precisará cumprir a difícil missão de vencer o Vitória por pelo menos cinco gols de diferença para conquistar o bi-campeonato estadual. O jogo acontece na tarde do próximo domingo, 19, no Barradão.

Continua depois da Promoção

Na sequência da Copa do Brasil, o Luverdense enfrentará o vencedor do confronto entre Fortaleza e Confiança. No jogo de ida, disputado em Aracaju, as duas equipes empataram em 1 a 1.

Apatia tricolor - Assombrado pelo vazio que tomou conta da Arena, o Bahia exibiu mais uma vez as suas fragilidades no primeiro tempo do jogo contra o Luv: sem inspiração, o tricolor foi facilmente anulado pela forte marcação do time mato-grossense e pouco fez para reverter a vantagem do adversário.

O Luverdense, por sua vez, esteve melhor organizado e criou as melhores chances de gol. A primeira chegada do time visitante saiu logo aos cinco minutos: Edinho cruzou a bola na área e Raúl Prata cabeceou com perigo, mas mandou a bola na rede pelo lado de fora.

Aos 20, Tozin mandou chute de fora da área, mas Omar defendeu sem dificuldades. Dois minutos depois, Marcelo Maciel fez boa jogada pela direita e cruzou forte para o meio da área; Tozin completou de carrinho, mas Omar fez uma grande defesa.

O tricolor chegou pela primeira vez aos 27 minutos: Anderson Talisca cobrou escanteio na área e Donato, sem querer, desviou a bola para o gol, mas Gabriel defendeu. A melhor chance do time baiano saiu dos pés de Fahel: o volante mandou uma bomba da intermediária e quase surpreendeu Gabriel, mas a bola foi para fora. E foi só.

A bola pune - Eduardo Barroca voltou para o segundo tempo com uma única mudança: tirou o lateral-esquerdo Jussandro e lançou Hélder para atuar improvisado no setor. O time tricolor foi um espelho do que fora na etapa inaugural e continuou envolvido pelo Luv durante os 15 minutos iniciais.

O time mato-grossense chegou muito perto de abrir o placar aos seis minutos: Rafael Tavares cobrou falta pelo lado esquerdo e serviu Júlio Terceiro na grande área. Livre, o volante desviou a bola para o gol de Omar, mas mandou para fora. Marquinhos Gabriel substituiu Anderson Talisca aos 14 minutos e o Bahia melhorou. Aos 18 minutos, Fahel aproveitou cobrança de falta na área e cabeceou com perigo; Gabriel fez grande defesa e mandou para escanteio.

O goleiro do Luverdense, porém, somente acompanhou com os olhos a bola cabeceada por Rafael Donato, após a cobrança de escanteio, no minuto seguinte. A bola morreu no canto direito da meta do time visitante. O tricolor saía na frente. Aos 20, Tozin recebeu cruzamento livre na grande área e quase marcou, de cabeça, mas a bola explodiu no travessão.

De bicicleta, Tozin tentou empatar, aos 31, mas mandou longe do gol. O Bahia chegou perto do segundo tento cinco minutos depois, em blitz na área do Luv, mas o chute de Adriano desviou na zaga mato-grossense antes de sair pela linha de fundo. Aos 41, Marquinhos Gabriel cobrou falta com perigo pelo lado direito, mas Gabriel espalmou para fora. Custou caro o acúmulo recente de erros de gestão e de planejamento do tricolor. Acabou punido mais uma vez pela bola.

Bahia 1x0 Luverdense - Jogo de volta da segunda fase da Copa do Brasil.

Local: Arena Fonte Nova, em Salvador (BA).
Data: quarta-feira, 15 de maio.
Horário: 22h.

Árbitro: Pablo dos Santos Alves (CBF/ES).
Assistentes: Aílton Farias da Silva (CBF/ES) e João Carlos de Jesus Santos (CBF/SE).

Gol: Rafael Donato (aos 19' do segundo tempo) para o Bahia.

Cartões amarelos: Rafael Donato, Toró e Fahel (Bahia); Rafael Tavares, Júlio Terceiro, Gabriel, Ney Mineiro, Zé Roberto e David (Luverdense).

Público: 1.706 pagantes.
Renda: R$ 63.340,00.

Bahia: Omar; Madson, Rafael Donato, Titi e Jussandro (Hélder); Toró (Diones), Fahel, Anderson Talisca (Marquinhos Gabriel) e Zé Roberto; Adriano e Fernandão. Técnico: Eduardo Barroca.

Luverdense: Gabriel; Raúl Prata, Zé Roberto, Gilson e Edinho; Júlio Terceiro, Tatu (Ney Mineiro), Leandrinho (Vevé) e Rafael Tavares; Marcelo Maciel e Tozin. Técnico: Roberto Davino.

Compartilhe Isso
- Advertisement -