Rascunho automático

Insatisfeitos com reajuste, policiais civis decidem fazer duas paralisações

Por Redação
2 Min

Categoria ainda tem outras reivindicações e não descarta greve

policiais-civis-em-greve

Os policiais civis decidiram em assembleia nesta quinta-feira (2) fazer duas paralisações na semana que vem em protesto por reinvidicações pautadas pela campanha salarial de 2013. A primeira paralisação acontece na segunda-feira (6) e a outra será na sexta-feira (10). A categoria não descarta a possibilidade de entrar em greve.

Continua depois da Promoção

As principais reivindicações são aumento salarial de 5,84%, para acompanhar o crescimento da inflação em 2012, contra 2,5% oferecido pelo governo do estado; as promoções para quem é da Classe 1, que segundo o Sindicato dos Policiais Civis do Estado da Bahia (Sindpoc) deveria ter ido em abril para a classe especial; e a data-base, que seria para janeiro deste ano e ainda não foi cumprida.

“A promoção faz parte do acordo de 2013, deveria sair no mês de abril. Estamos preocupados, já que o governo reduziu o percentual de aumento, então nessa preocupação a gente já tá colocando a categoria em alerta”, diz o secretário-geral do Sindpoc Bernardino Gayoso.

Gayoso diz que a categoria está em negociação com o governo, mas mesmo assim entra em estado de greve no dia 7. “Definimos da seguinte forma: se o conjunto dos servidores públicos da saúda, da PM, da Justiça, enfim, de todos outros segmentos, decidirem por greve, nós podemores participar”, diz Gayoso.

Continua depois da Promoção

Os policiais pretendem fazer uma avaliação das negociações depois da primeira paralisação, no dia 6, para decidir os próximos passos. “Depois (da primeira paralisação” podemos avaliar o avanço, se houve avanço”, explica Gayoso.

Compartilhe Isso
- Advertisement -