De apelido novo, Adu é apresentado no Bahia e elogia inglês de Joel

Por Redação
4 Min

Para evitar rimas, torcedores tricolores passam a chamar o meia de ‘Freddy Adivis’. Regularizado, jogador já pode atuar pelo Campeonato Baiano

Após 22 dias de espera, o meia-atacante Freddy Adu finalmente teve o primeiro contato com a camisa do Bahia. Contratado no final de março, o jogador americano foi apresentado nesta sexta-feira para imprensa no Fazendão. Acompanhado de um largo sorriso, o atleta afirmou que está muito feliz por ter acertado com o Tricolor e surpreendeu ao elogiar o inglês do técnico Joel Santana, contratado no início da semana para substituir Jorginho, demitido após a goleada por 5 a 1 para o Vitória, na inauguração da Arena Fonte Nova.
– Estou muito feliz. Senti na torcida uma paixão que chama a atenção. Estou pronto fisicamente para jogar. O Joel tem um bom inglês. Fala bem. A comunicação vai ser tranquila – disse o jogador, arrancando risos dos repórteres presentes no Fazendão.

Americano Freddy Adu é apresentado com a camisa do Bahia
Americano Freddy Adu é apresentado com a camisa do Bahia (Foto: Thiago Pereira)

Chamado de ‘Pelé Americano’, o jogador comentou o vasto currículo no futebol e disse que agora, no Bahia, espera dar um novo rumo para a carreira. Com apenas 23 anos, Adu já acumula passagens por 10 clubes, feito que não é visto com bons olhos pela torcida tricolor.

– Me arrependo de ter ido cedo para Europa. Nunca imaginei que passar por vários clubes poderia ser visto como uma coisa ruim. O Benfica me emprestava para pegar experiência. Tenho 23 anos e espero corrigir os erros do passado – comentou o atleta, que iniciou a carreira profissional com apenas 14 anos.

freddy adu (Foto: Thiago Pereira)
Americano elogiou o inglês de Joel, o novo técnico
do Bahia (Foto: Thiago Pereira)

Adu até mesmo participou da brincadeira que tomou conta das ruas de Salvador desde sua contratação. Desde março, os tricolores decidiram apelidar o meia americano de ‘Adivis’, brincadeira tradicional na Bahia, para evitar rimas de palavras terminadas com a letra “u”. O apelido não desagradou o jogador, mas ele disse que não pretende incorporar o novo nome no uniforme.

– Pode me chamar de ‘Freddy Adivis’. Eu não ligo. Só não posso mudar meu nome oficialmente. Se fizer isso minha mãe me mata – brincou Adu.

Em Salvador desde o dia 21 de março, o americano elogiou a Arena Fonte Nova, estádio que abrigará os jogos do Tricolor durante o Campeonato Baiano, Copa do Brasil e Série A do Campeonato Brasileiro.

– A Arena é linda, maravilhosa, incrível. Estou muito ansioso para jogar lá – destacou.

freddy adu (Foto: Thiago Pereira)

Perguntado sobre o seu estilo de jogo, Adu disse que o seu estilo é o jogo bonito.

– Jogo bonito. Esse é o meu estilo – definiu.

E para ganhar de vez o coração do torcedor do Bahia, o jogador finalizou a coletiva com um grito característico nos jogos do Tricolor.

– Bora Bahêa – gritou, para logo em seguida deixar a sala de imprensa com a certeza de que mesmo sem jogar já virou um ícone do Bahia versão 2013.

G1

Compartilhe Isso
- Advertisement -